Carregando ...
Desculpe, ocorreu um erro ao carregar o conteúdo.
 

Re: [tupi] Re: Cantor Luiz Caldas gravará álbum em tupi

Expandir mensagens
  • Emerson José Silveira da Costa
    ... De fato.... Porque a música supostamente em tupi não passa de uma sequência de traduções palavra-a-palavra da letra em português, resultando num
    Mensagem 1 de 16 , 20 de fev de 2009
      Îypûera (Jose Carlos Bahiana Machado Filho) aîpó e'i:

      > Essa é uma das músicas de Luiz Caldas em Tupi, transcrita como foi
      > posta no seu site:
      >
      > APIÇÁ QUITÉ IANDÉ MORUBIXABA
      >
      > "Acé angaturama morubixaba caapegoara eçaetá, eçacuí, marangatu
      > guariní mboîa çui caraíba picirongába pé tetiruan çui caátiba iandé
      > taba iandé cemimotara irumo iandé catumbaé iandé uicobé."
      >
      > A tradução também contida no site:
      >
      > "Atenção para nosso chefe nosso bondoso chefe morador do mato,
      > atento, preparado, bom guerreiro cobra do homem branco proteção para
      > todos da floresta nossa aldeia nossa liberdade é nossa riqueza nosso
      > viver."
      >
      > [...]
      >
      > Mas não consegui entender o seu sentido.



      De fato.... Porque a música supostamente "em tupi" não passa de uma
      sequência de traduções palavra-a-palavra da letra em português, resultando
      num palavrório que em tupi não tem sentido algum.

      O que mais me doeu foi ver o animal "cobra" ("mboîa") ser usado em lugar de
      "cobra" do verbo "cobrar"!!! :-P

      Pobre Luiz Caldas... A intenção era boa, mas seu "tradutor" de tupi deve ter
      aprendido com o Joubert. :-(


      Ensjo / Iperusununga.
      http://tupi.wikispaces.com


      [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
    • eduardo_rivail
      Obrigado, Emerson, pela explicação. É mesmo uma pena (se bem que não deixe de ser divertido). Uma coisa que Luiz Caldas menciona -- gravo [...] um disco
      Mensagem 2 de 16 , 20 de fev de 2009
        Obrigado, Emerson, pela explicação. É mesmo uma pena (se bem que não
        deixe de ser divertido).

        Uma coisa que Luiz Caldas menciona -- "gravo [...] um disco com todas
        as letras em língua tupi,numa homenagem à língua dos nossos
        ancestrais" -- é, na minha opinião, o resultado de um conhecimento
        equivocado da história, em que contribuição lingüística acaba se
        confundindo com contribuição genética. A menos que ele saiba com
        certeza que seus ancestrais eram povos falantes de Tupinambá.

        Como tal idéia tende a ser repetida freqüentemente em vários lugares
        -- inclusive aqui na nossa lista --, acho que vale a pena ser
        repensada e avaliada. Entendo o interesse em se estudar o Tupinambá
        pelo papel que desempenhou na construção de nossa identidade nacional;
        no entanto, super-valorizar o papel Tupi na constituição genética do
        nosso povo (em detrimento de vários outros povos, tupinizados ou não)
        é adotar, uma vez mais, um ponto de vista colonialista.

        Abraços,

        Eduardo

        --- Em tupi@..., Emerson José Silveira da Costa
        <emerson.costa@...> escreveu
        >
        > Îypûera (Jose Carlos Bahiana Machado Filho) aîpó e'i:
        >
        > > Essa é uma das músicas de Luiz Caldas em Tupi, transcrita como foi
        > > posta no seu site:
        > >
        > > APIÇÁ QUITÉ IANDÉ MORUBIXABA
        > >
        > > "Acé angaturama morubixaba caapegoara eçaetá, eçacuí, marangatu
        > > guariní mboîa çui caraíba picirongába pé tetiruan çui caátiba iandé
        > > taba iandé cemimotara irumo iandé catumbaé iandé uicobé."
        > >
        > > A tradução também contida no site:
        > >
        > > "Atenção para nosso chefe nosso bondoso chefe morador do mato,
        > > atento, preparado, bom guerreiro cobra do homem branco proteção para
        > > todos da floresta nossa aldeia nossa liberdade é nossa riqueza nosso
        > > viver."
        > >
        > > [...]
        > >
        > > Mas não consegui entender o seu sentido.
        >
        >
        >
        > De fato.... Porque a música supostamente "em tupi" não passa de uma
        > sequência de traduções palavra-a-palavra da letra em português,
        resultando
        > num palavrório que em tupi não tem sentido algum.
        >
        > O que mais me doeu foi ver o animal "cobra" ("mboîa") ser usado em
        lugar de
        > "cobra" do verbo "cobrar"!!! :-P
        >
        > Pobre Luiz Caldas... A intenção era boa, mas seu "tradutor" de tupi
        deve ter
        > aprendido com o Joubert. :-(
        >
        >
        > Ensjo / Iperusununga.
        > http://tupi.wikispaces.com
        >
        >
        > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
        >
      • kallin_g
        Olá Queria agradecer ao Roberto pela resposta à minha dúvida. ... todas ... A impressão que uma leiga como eu tem depois de uma pesquisa superficial é
        Mensagem 3 de 16 , 21 de fev de 2009
          Olá

          Queria agradecer ao Roberto pela resposta à minha dúvida.

          Sobre o comentário do Eduardo:

          > Uma coisa que Luiz Caldas menciona -- "gravo [...] um disco com
          todas
          > as letras em língua tupi,numa homenagem à língua dos nossos
          > ancestrais" -- é, na minha opinião, o resultado de um conhecimento
          > equivocado da história, em que contribuição lingüística acaba se
          > confundindo com contribuição genética. A menos que ele saiba com
          > certeza que seus ancestrais eram povos falantes de Tupinambá.

          A impressão que uma leiga como eu tem depois de uma pesquisa
          superficial é mesmo que todos os ancestrais indígenas dos brasileiros
          falavam tupi. A wikipedia por exemplo diz que o tupi era "a língua
          falada pelos indígenas nativos da América do Sul".

          Um outro equívoco importante é: se o que a gente estuda não é o tupi
          mas a língua brasílica, porque continuar chamando assim? Até no caso
          da gramática do prof. Eduardo Navarro: "Navarro esclarece que o termo
          tupi, embora popular, não é estritamente correto. O idioma que ele
          ensina, falado nos dois primeiros séculos de colonização do Brasil,
          é, na realidade, conhecido pelos especialistas como língua brasílica,
          da qual o tupi era um de seus dialetos." Então por que até no título
          da gramática está "tupi"?

          PS.
          > Pobre Luiz Caldas... A intenção era boa, mas seu "tradutor" de tupi
          > deve ter aprendido com o Joubert. :-(
          Quem é Joubert??

          Saudações

          Kallin
        • Jose Carlos Bahiana Machado Filho
          Xe iru gûé! Realmente. O nosso Luiz Caldas deu a entender que não possui muito respeito à língua tupi. Eu creio que ele pensa que se trata simplesmente de
          Mensagem 4 de 16 , 21 de fev de 2009
            Xe iru gûé!

            Realmente. O nosso Luiz Caldas deu a entender que não possui muito
            respeito à língua tupi. Eu creio que ele pensa que se trata
            simplesmente de uma língua primitiva onde se possa traduzir palavras
            olhando no dicionário. É triste saber que essa "algaravia" está
            gravada junto com outras musicas num suposto tupi em um CD (e pelo
            que eu estou sabendo, uma dessas músicas, ou seja, dessa coleção de
            palavras tupis, está fazendo sucesso no carnaval da Bahia).

            Me sinto triste em saber que o Luiz Caldas se arriscou em fazer um
            monte de bobagens. Ele poderia consultar pessas mais abalizadas para
            escrever letras em tupi (o que seria uma grande homenagem aos nossos
            indiodescendentes e àqueles que estudam e cultivam o idioma).

            Asó!

            Îypûéra (Paragûasu suí, Pindoretame).


            --- Em tupi@..., Emerson José Silveira da Costa
            <emerson.costa@...> escreveu
            >
            > Îypûera (Jose Carlos Bahiana Machado Filho) aîpó e'i:
            >
            > > Essa é uma das músicas de Luiz Caldas em Tupi, transcrita como foi
            > > posta no seu site:
            > >
            > > APIÇÁ QUITÉ IANDÉ MORUBIXABA
            > >
            > > "Acé angaturama morubixaba caapegoara eçaetá, eçacuí, marangatu
            > > guariní mboîa çui caraíba picirongába pé tetiruan çui caátiba
            iandé
            > > taba iandé cemimotara irumo iandé catumbaé iandé uicobé."
            > >
            > > A tradução também contida no site:
            > >
            > > "Atenção para nosso chefe nosso bondoso chefe morador do mato,
            > > atento, preparado, bom guerreiro cobra do homem branco proteção
            para
            > > todos da floresta nossa aldeia nossa liberdade é nossa riqueza
            nosso
            > > viver."
            > >
            > > [...]
            > >
            > > Mas não consegui entender o seu sentido.
            >
            >
            >
            > De fato.... Porque a música supostamente "em tupi" não passa de uma
            > sequência de traduções palavra-a-palavra da letra em português,
            resultando
            > num palavrório que em tupi não tem sentido algum.
            >
            > O que mais me doeu foi ver o animal "cobra" ("mboîa") ser usado em
            lugar de
            > "cobra" do verbo "cobrar"!!! :-P
            >
            > Pobre Luiz Caldas... A intenção era boa, mas seu "tradutor" de tupi
            deve ter
            > aprendido com o Joubert. :-(
            >
            >
            > Ensjo / Iperusununga.
            > http://tupi.wikispaces.com
            >
            >
            > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
            >
          • Emerson José Silveira da Costa
            ... Justamente por ser uma designação popular. Pessoas leigas buscando livros sobre a língua brasílica irão procurar por livros sobre tupi . Não colocar
            Mensagem 5 de 16 , 21 de fev de 2009
              kallin_g aîpó e'i:

              > Um outro equívoco importante é: se o que a gente estuda não é o tupi
              > mas a língua brasílica, porque continuar chamando assim? Até no caso
              > da gramática do prof. Eduardo Navarro: "Navarro esclarece que o termo
              > tupi, embora popular, não é estritamente correto. O idioma que ele
              > ensina, falado nos dois primeiros séculos de colonização do Brasil,
              > é, na realidade, conhecido pelos especialistas como língua brasílica,
              > da qual o tupi era um de seus dialetos." Então por que até no título
              > da gramática está "tupi"?


              Justamente por ser uma designação popular. Pessoas leigas buscando livros
              sobre a língua brasílica irão procurar por livros sobre "tupi". Não colocar
              "tupi" no título do livro seria fazer o livro não ser encontrado por seus
              potenciais interessados.


              > PS.
              > > Pobre Luiz Caldas... A intenção era boa, mas seu "tradutor" de
              > > tupi deve ter aprendido com o Joubert. :-(
              > Quem é Joubert??


              O prof. Joubert di Mauro é o autor de um "curso de tupi antigo" ministrado
              via e-mail. As quatro primeiras aulas estão na web:

              http://www.painet.com.br/joubert/cursotupiantigo.html

              Mas constatamos que seu material mistura coisas de tupi antigo com coisas de
              tupi de outras épocas.

              Podes ver todas as mensagens de nossa lista que já se referiram ao prof.
              Joubert aqui:

              http://br.groups.yahoo.com/group/tupi/msearch?query=joubert


              Ensjo / Iperusununga.
              http://tupi.wikispaces.com


              [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
            • Brasileiro Resoluto
              ... [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
              Mensagem 6 de 16 , 22 de fev de 2009
                >
                > Joubert i muru!
                >


                [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
              • yorima2003
                Saudações, Seria melhor ele ter regravado Tieta... Concordo com vocês... Marcos ... [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
                Mensagem 7 de 16 , 22 de fev de 2009
                  Saudações,
                  Seria melhor ele ter regravado Tieta...
                  Concordo com vocês...
                  Marcos

                  Jose Carlos Bahiana Machado Filho escreveu:
                  >
                  > Xe iru gûé!
                  >
                  > Realmente. O nosso Luiz Caldas deu a entender que não possui muito
                  > respeito à língua tupi. Eu creio que ele pensa que se trata
                  > simplesmente de uma língua primitiva onde se possa traduzir palavras
                  > olhando no dicionário. É triste saber que essa "algaravia" está
                  > gravada junto com outras musicas num suposto tupi em um CD (e pelo
                  > que eu estou sabendo, uma dessas músicas, ou seja, dessa coleção de
                  > palavras tupis, está fazendo sucesso no carnaval da Bahia).
                  >
                  > Me sinto triste em saber que o Luiz Caldas se arriscou em fazer um
                  > monte de bobagens. Ele poderia consultar pessas mais abalizadas para
                  > escrever letras em tupi (o que seria uma grande homenagem aos nossos
                  > indiodescendentes e àqueles que estudam e cultivam o idioma).
                  >
                  > Asó!
                  >
                  > Îypûéra (Paragûasu suí, Pindoretame).
                  >
                  > --- Em tupi@... <mailto:tupi%40yahoogrupos.com.br>,
                  > Emerson José Silveira da Costa
                  > <emerson.costa@...> escreveu
                  > >
                  > > Îypûera (Jose Carlos Bahiana Machado Filho) aîpó e'i:
                  > >
                  > > > Essa é uma das músicas de Luiz Caldas em Tupi, transcrita como foi
                  > > > posta no seu site:
                  > > >
                  > > > APIÇÁ QUITÉ IANDÉ MORUBIXABA
                  > > >
                  > > > "Acé angaturama morubixaba caapegoara eçaetá, eçacuí, marangatu
                  > > > guariní mboîa çui caraíba picirongába pé tetiruan çui caátiba
                  > iandé
                  > > > taba iandé cemimotara irumo iandé catumbaé iandé uicobé."
                  > > >
                  > > > A tradução também contida no site:
                  > > >
                  > > > "Atenção para nosso chefe nosso bondoso chefe morador do mato,
                  > > > atento, preparado, bom guerreiro cobra do homem branco proteção
                  > para
                  > > > todos da floresta nossa aldeia nossa liberdade é nossa riqueza
                  > nosso
                  > > > viver."
                  > > >
                  > > > [...]
                  > > >
                  > > > Mas não consegui entender o seu sentido.
                  > >
                  > >
                  > >
                  > > De fato.... Porque a música supostamente "em tupi" não passa de uma
                  > > sequência de traduções palavra-a-palavra da letra em português,
                  > resultando
                  > > num palavrório que em tupi não tem sentido algum.
                  > >
                  > > O que mais me doeu foi ver o animal "cobra" ("mboîa") ser usado em
                  > lugar de
                  > > "cobra" do verbo "cobrar"!!! :-P
                  > >
                  > > Pobre Luiz Caldas... A intenção era boa, mas seu "tradutor" de tupi
                  > deve ter
                  > > aprendido com o Joubert. :-(
                  > >
                  > >
                  > > Ensjo / Iperusununga.
                  > > http://tupi.wikispaces.com <http://tupi.wikispaces.com>
                  > >
                  > >
                  > > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
                  > >
                  >
                  >



                  [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
                • roberto@harrop.com.br
                  Xe iru Îypûéra gué:Qual é o site com letras de músicas em nheengatupi do Luiz Caldas?Um abraço,Roberto Harrop GalvãoEm Sat, 21 Feb 2009 15:38:03
                  Mensagem 8 de 16 , 22 de fev de 2009
                    Xe iru Îypûéra gué:Qual é o site com letras de músicas em
                    "nheengatupi" do Luiz Caldas?Um abraço,Roberto Harrop
                    GalvãoEm Sat, 21 Feb 2009 15:38:03 -0000 "Jose Carlos
                    Bahiana Machado Filho" <josebahiana@...>
                    escreveu:>Xe iru gûé!>>Realmente. O nosso Luiz Caldas deu
                    a entender que não >possui muito >respeito à língua tupi.
                    Eu creio que ele pensa que se >trata >simplesmente de uma
                    língua primitiva onde se possa >traduzir palavras >olhando
                    no dicionário. É triste saber que essa >"algaravia" está
                    >gravada junto com outras musicas num suposto tupi em um
                    >CD (e pelo >que eu estou sabendo, uma dessas músicas, ou
                    seja, dessa >coleção de >palavras tupis, está fazendo
                    sucesso no carnaval da >Bahia).>>Me sinto triste em saber
                    que o Luiz Caldas se arriscou em >fazer um >monte de
                    bobagens. Ele poderia consultar pessas mais >abalizadas
                    para >escrever letras em tupi (o que seria uma grande
                    homenagem >aos nossos >indiodescendentes e àqueles que
                    estudam e cultivam o >idioma).>>Asó!>>Îypûéra (Paragûasu
                    suí, Pindoretame).>>>--- Em tupi@...,
                    Emerson José Silveira da >Costa ><emerson.costa@...>
                    escreveu>>>> Îypûera (Jose Carlos Bahiana Machado Filho)
                    aîpó e'i:>> >> > Essa é uma das músicas de Luiz Caldas em
                    Tupi, >>transcrita como foi>> > posta no seu site:>> >>> >
                    APIÇÁ QUITÉ IANDÉ MORUBIXABA>> >>> > "Acé angaturama
                    morubixaba caapegoara eçaetá, eçacuí, >>marangatu>> >
                    guariní mboîa çui caraíba picirongába pé tetiruan çui
                    >>caátiba >iandé>> > taba iandé cemimotara irumo iandé
                    catumbaé iandé >>uicobé.">> >>> > A tradução também
                    contida no site:>> >>> > "Atenção para nosso chefe nosso
                    bondoso chefe morador >>do mato,>> > atento, preparado,
                    bom guerreiro cobra do homem branco >>proteção >para>> >
                    todos da floresta nossa aldeia nossa liberdade é nossa
                    >>riqueza >nosso>> > viver.">> >>> > [...]>> >>> > Mas não
                    consegui entender o seu sentido.>> >> >> >> De fato....
                    Porque a música supostamente "em tupi" não >>passa de
                    uma>> sequência de traduções palavra-a-palavra da letra em
                    >>português, >resultando>> num palavrório que em tupi não
                    tem sentido algum.>> >> O que mais me doeu foi ver o
                    animal "cobra" ("mboîa") >>ser usado em >lugar de>>
                    "cobra" do verbo "cobrar"!!! :-P>> >> Pobre Luiz Caldas...
                    A intenção era boa, mas seu >>"tradutor" de tupi >deve
                    ter>> aprendido com o Joubert. :-(>> >> >> Ensjo /
                    Iperusununga.>> http://tupi.wikispaces.com>> >> >> [As
                    partes desta mensagem que não continham texto foram
                    >>removidas]>>>>
                  • Gustavo Eulalio
                    Quem quiser ouvir, encontrei este link pra baixar a música. Aparentemente não é um link oficial, então, baixem por sua própria conta:
                    Mensagem 9 de 16 , 22 de fev de 2009
                      Quem quiser ouvir, encontrei este link pra baixar a música.
                      Aparentemente não é um link oficial, então, baixem por sua própria
                      conta:
                      http://www.4shared.com/file/88790831/f3dcb783/Luiz_Caldas_-_2009_-_Apica_quite_iande_morubixaba.html

                      --
                      Gustavo Eulalio
                      guga.emc@...



                      2009/2/22 <roberto@...>:
                      > Xe iru Îypûéra gué:Qual é o site com letras de músicas em
                      > "nheengatupi" do Luiz Caldas?Um abraço,Roberto Harrop
                      > GalvãoEm Sat, 21 Feb 2009 15:38:03 -0000 "Jose Carlos
                      > Bahiana Machado Filho" <josebahiana@...>
                      > escreveu:>Xe iru gûé!>>Realmente. O nosso Luiz Caldas deu
                      >
                      > a entender que não >possui muito >respeito à língua tupi.
                      > Eu creio que ele pensa que se >trata >simplesmente de uma
                      > língua primitiva onde se possa >traduzir palavras >olhando
                      > no dicionário. É triste saber que essa >"algaravia" está
                      >>gravada junto com outras musicas num suposto tupi em um
                      >>CD (e pelo >que eu estou sabendo, uma dessas músicas, ou
                      > seja, dessa >coleção de >palavras tupis, está fazendo
                      > sucesso no carnaval da >Bahia).>>Me sinto triste em saber
                      > que o Luiz Caldas se arriscou em >fazer um >monte de
                      > bobagens. Ele poderia consultar pessas mais >abalizadas
                      > para >escrever letras em tupi (o que seria uma grande
                      > homenagem >aos nossos >indiodescendentes e àqueles que
                      > estudam e cultivam o >idioma).>>Asó!>>Îypûéra (Paragûasu
                      > suí, Pindoretame).>>>--- Em tupi@...,
                      > Emerson José Silveira da >Costa ><emerson.costa@...>
                      > escreveu>>>> Îypûera (Jose Carlos Bahiana Machado Filho)
                      > aîpó e'i:>> >> > Essa é uma das músicas de Luiz Caldas em
                      > Tupi, >>transcrita como foi>> > posta no seu site:>> >>> >
                      > APIÇÁ QUITÉ IANDÉ MORUBIXABA>> >>> > "Acé angaturama
                      > morubixaba caapegoara eçaetá, eçacuí, >>marangatu>> >
                      > guariní mboîa çui caraíba picirongába pé tetiruan çui
                      >>>caátiba >iandé>> > taba iandé cemimotara irumo iandé
                      > catumbaé iandé >>uicobé.">> >>> > A tradução também
                      > contida no site:>> >>> > "Atenção para nosso chefe nosso
                      > bondoso chefe morador >>do mato,>> > atento, preparado,
                      > bom guerreiro cobra do homem branco >>proteção >para>> >
                      > todos da floresta nossa aldeia nossa liberdade é nossa
                      >>>riqueza >nosso>> > viver.">> >>> > [...]>> >>> > Mas não
                      > consegui entender o seu sentido.>> >> >> >> De fato....
                      > Porque a música supostamente "em tupi" não >>passa de
                      > uma>> sequência de traduções palavra-a-palavra da letra em
                      >>>português, >resultando>> num palavrório que em tupi não
                      > tem sentido algum.>> >> O que mais me doeu foi ver o
                      > animal "cobra" ("mboîa") >>ser usado em >lugar de>>
                      > "cobra" do verbo "cobrar"!!! :-P>> >> Pobre Luiz Caldas...
                      > A intenção era boa, mas seu >>"tradutor" de tupi >deve
                      > ter>> aprendido com o Joubert. :-(>> >> >> Ensjo /
                      > Iperusununga.>> http://tupi.wikispaces.com>> >> >> [As
                      > partes desta mensagem que não continham texto foram
                      >>>removidas]>>>>
                      >
                      >
                    • eduardo_rivail
                      Prezada Kallin, Você tem razão, claro, sobre o artigo da Wikipédia. O pior é que este tipo de engano é repetido por livros didáticos, adotados
                      Mensagem 10 de 16 , 22 de fev de 2009
                        Prezada Kallin,

                        Você tem razão, claro, sobre o artigo da Wikipédia. O pior é que este
                        tipo de engano é repetido por livros didáticos, adotados oficialmente
                        em escolas. Coisas do tipo "os indios viviam em ocas". Seria como
                        dizer "os ingleses vivem em houses"...

                        Agora, não há um nome "oficial" para a "língua mais falada na costa do
                        Brasil". O Navarro parece se apegar a questões terminológicas de pouco
                        valor (como, por exemplo quando critica o uso do nome "Tupinambá" por
                        Aryon Rodrigues). "Brasílica" significa simplesmente "brasileira" e,
                        embora seja aplicada, como default, à língua da costa, foi também
                        aplicada a outras línguas (cf. por exemplo os trabalhos do Pe. Mamiani
                        sobre o Kipeá/Kiriri).

                        É comum que uma língua venha a ser conhecida pelo nome de um de seus
                        dialetos. Isto não quer dizer que, ao se proceder assim, se
                        desconheçam as diferenças dialetais, que já haviam sido notadas
                        inclusive por Anchieta. Daí, escolhas como Tupí e Tupinambá para se
                        referir ao Tupi Antigo não são necessariamente incorretas.

                        Eu continuo achando o "Curso de Tupi Antigo" de Lemos Barbosa o melhor
                        do gênero, porque seu autor era, além de didático, um bom lingüista,
                        que sabia distinguir o essencial do acessório.

                        Abraços,

                        Eduardo
                      • Jose Carlos Bahiana Machado Filho
                        Xe iru: O site que contém a letra da musica é www.luizcaldas.com.br . Procurando numa série de recortes encontramos a letra dessa música APIÇÁ QUITÉ
                        Mensagem 11 de 16 , 25 de fev de 2009
                          Xe iru:

                          O site que contém a letra da musica é "www.luizcaldas.com.br".
                          Procurando numa série de "recortes" encontramos a letra dessa
                          música "APIÇÁ QUITÉ IANDÉ MORUBIXABA".

                          Îypûéra.

                          --- Em tupi@..., <roberto@...> escreveu
                          >
                          > Xe iru Îypûéra gué:Qual é o site com letras de músicas em
                          > "nheengatupi" do Luiz Caldas?Um abraço,Roberto Harrop
                          > GalvãoEm Sat, 21 Feb 2009 15:38:03 -0000 "Jose Carlos
                          > Bahiana Machado Filho" <josebahiana@...>
                          > escreveu:>Xe iru gûé!>>Realmente. O nosso Luiz Caldas deu
                          > a entender que não >possui muito >respeito à língua tupi.
                          > Eu creio que ele pensa que se >trata >simplesmente de uma
                          > língua primitiva onde se possa >traduzir palavras >olhando
                          > no dicionário. É triste saber que essa >"algaravia" está
                          > >gravada junto com outras musicas num suposto tupi em um
                          > >CD (e pelo >que eu estou sabendo, uma dessas músicas, ou
                          > seja, dessa >coleção de >palavras tupis, está fazendo
                          > sucesso no carnaval da >Bahia).>>Me sinto triste em saber
                          > que o Luiz Caldas se arriscou em >fazer um >monte de
                          > bobagens. Ele poderia consultar pessas mais >abalizadas
                          > para >escrever letras em tupi (o que seria uma grande
                          > homenagem >aos nossos >indiodescendentes e àqueles que
                          > estudam e cultivam o >idioma).>>Asó!>>Îypûéra (Paragûasu
                          > suí, Pindoretame).>>>--- Em tupi@...,
                          > Emerson José Silveira da >Costa ><emerson.costa@>
                          > escreveu>>>> Îypûera (Jose Carlos Bahiana Machado Filho)
                          > aîpó e'i:>> >> > Essa é uma das músicas de Luiz Caldas em
                          > Tupi, >>transcrita como foi>> > posta no seu site:>> >>> >
                          > APIÇÁ QUITÉ IANDÉ MORUBIXABA>> >>> > "Acé angaturama
                          > morubixaba caapegoara eçaetá, eçacuí, >>marangatu>> >
                          > guariní mboîa çui caraíba picirongába pé tetiruan çui
                          > >>caátiba >iandé>> > taba iandé cemimotara irumo iandé
                          > catumbaé iandé >>uicobé.">> >>> > A tradução também
                          > contida no site:>> >>> > "Atenção para nosso chefe nosso
                          > bondoso chefe morador >>do mato,>> > atento, preparado,
                          > bom guerreiro cobra do homem branco >>proteção >para>> >
                          > todos da floresta nossa aldeia nossa liberdade é nossa
                          > >>riqueza >nosso>> > viver.">> >>> > [...]>> >>> > Mas não
                          > consegui entender o seu sentido.>> >> >> >> De fato....
                          > Porque a música supostamente "em tupi" não >>passa de
                          > uma>> sequência de traduções palavra-a-palavra da letra em
                          > >>português, >resultando>> num palavrório que em tupi não
                          > tem sentido algum.>> >> O que mais me doeu foi ver o
                          > animal "cobra" ("mboîa") >>ser usado em >lugar de>>
                          > "cobra" do verbo "cobrar"!!! :-P>> >> Pobre Luiz Caldas...
                          > A intenção era boa, mas seu >>"tradutor" de tupi >deve
                          > ter>> aprendido com o Joubert. :-(>> >> >> Ensjo /
                          > Iperusununga.>> http://tupi.wikispaces.com>> >> >> [As
                          > partes desta mensagem que não continham texto foram
                          > >>removidas]>>>>
                          >
                        Sua mensagem foi enviada com êxito e será entregue aos destinatários em breve.