Carregando ...
Desculpe, ocorreu um erro ao carregar o conteúdo.
Estamos atualizando nossos sistemas e algumas funções do Yahoo Grupos estarão indisponíveis por algumas horas. Emails enviados para seus grupos podem ser entregues com atraso durante esse período. Obrigado por sua paciência e compreensão.

Dinâmica do Abraço Coletivo

Expandir mensagens
  • Max Henrique Sadetski
    E aí galera. Como faço psicologia preciso aplicar muitas dinâmicas de grupo. No grupo de Orientação Vocacional/Profissional que oriento (aos sábados)
    Mensagem 1 de 1 , 5 de mai de 2008
    Exibir fonte
    • 0 Anexo

      E aí galera.

      Como faço psicologia preciso aplicar muitas dinâmicas de grupo. No grupo de Orientação Vocacional/Profissional que oriento (aos sábados) criamos uma dinâmica chamada ABRAÇO COLETIVO. Ela é bem simples mas muito poderosa para apresentação e integração.

      O Abraço Coletivo é simples e não requer materiais.

      Funciona assim:

      - O grupo fica em círculo bem próximos uns dos outros e se abraçam pelos ombros. (Cada pessoa toca mais quatro pessoas ou seja o abraço é de 5 pessoas ao mesmo tempo)

      - Um voluntário começa e escolhe uma pessoa para quem ela quer perguntar. Quem pergunta diz o nome em voz alta e quem é escolhido começa falando também o seu nome em voz alta.

      - O voluntário Faz qualquer pergunta de qualquer ordem (pessoal, profissional, educacional, etc.) Se a pessoa não quiser responder ela responde simplesmente: OUTRA. Daí o voluntário que perguntou tem que fazer outra pergunta até que a pessoa responda UMA ÚNICA PERGUNTA.

      - Quem respondeu, escolhe uma pessoa e faz uma pergunta e assim por diante. O importante é todos estarem abraçados num círculo fechado onde os madrichim também estão no círculo e sempre precisa falar o nome antes de responder.

      (obs: se no final a pessoa que respondeu não tiver pra quem perguntar, o madrich/cha se oferece para responder uma pergunta dela. Assim todos perguntaram e responderam.)

      Vocês vão perceber que gera um clima de muita proximidade no grupo. Uma intimidade por causa do toque. Uns mais outros menos é claro, mas acelera o processo de vínculos.

      É legal repetir em pelo menos duas reuniões. Na segunda vez o grupo faz perguntas mais pessoais e a galera ri muito.

      É isso aí. Favor não divulgar para fora do Taglit, porque estou pensando em publicar junto com outras dinâmicas num artigo.

      Qualquer dúvida me escrevam. Aguardo sugestões de todos.

      Abraços,

      Max

    Sua mensagem foi enviada com êxito e será entregue aos destinatários em breve.