Carregando ...
Desculpe, ocorreu um erro ao carregar o conteúdo.

RE: [scrum-brasil] Comentário sobre o nome "Prog ramação Extrema/Radical"...

Expandir mensagens
  • Igor Macaubas
    É interessante isso. Quarta-feira mesmo, estive no Rio de Janeiro e fui bater um papo sobre Scrum/Agile em uma grande empresa estatal (que tem mais de 8 mil
    Mensagem 1 de 6 , 14 de nov de 2008
    Exibir fonte
    • 0 Anexo

      É interessante isso.

       

      Quarta-feira mesmo, estive no Rio de Janeiro e fui bater um papo sobre Scrum/Agile em uma grande empresa estatal (que tem mais de 8 mil funcionários só em TI – entre dev e infra).

      Conversei com 4 programalistas e um gerente de projetos, e logo no começo senti o ceticismo das pessoas em relação ao manifesto Agil, principalmente quando falei “Working software over comprehensive documentation”. Perguntaram sobre os malditos user cases, os fluxos, os documentos de visão, requisitos, enfim...

       

      Depois que expliquei como funcionava o processo, e falei sobre a minha experiência (somos MPS.BR e ISO usando Scrum!), as reações e a posição do pessoal mudou completamente. Se mostraram muito mais abertos, e no final das contas viram que o nosso processo com scrum é muito, mais muito maduro, ágil e controlado.

       

      Mas no final das contas, o que fica é: mesmo sem ter a mínima noção do que era Agile, já estavam céticos e na defensiva. Isso se deve à esse tipo de pensamento. Também acho Extremme Programming um nome, no mínimo, infeliz. É um nome legal, talvez com muito mais apelo de marketing do que seria necessário... o que leva às pessoas à pensar em programacao orientada a gambiarras (o famoso POG), pessoas saltando de paraquedas (sem para quedas!) e fazendo bungee-jumping com a corda quebrada – ou seja, ficam com essa visão de que agile é suicídio. Talvez se o nome, ao invés de XP, fosse XC (eXtremme Collaboration), ou qualquer outra coisa, será que as pessoas não teriam uma visão menos preconceituosa?

       

      Atenciosamente,

      Igor Maciel Macaúbas

      --

      igor@...

       

       

      From: scrum-brasil@... [mailto:scrum-brasil@...] On Behalf Of xauz
      Sent: quinta-feira, 13 de nove
      mbro de 2008 07:32
      To: scrum-brasil@...
      Subject: Re: [scrum-brasil] Comentário sobre o nome "Programação Extrema/Radical"...

       

      Tem gente preconceituosa em todos os lugares

      Rafael

      2008/11/12 Adail Retamal <adail.retamal@...>:

      > Não pude resistir... :)
      > Ao ler a nota técnica do SEI sobre CMMI e Agile, deparei com esse
      parágrafo
      > (pág. 8):
      >
      href="http://www.sei.cmu.edu/publications/documents/08.reports/08tn003.html">http://www.sei.cmu.edu/publications/documents/08.reports/08tn003.html
      >
      > Chapter 3: Factors that Affect Perception
      >
      > Section 3.2 Lack of Accurate Information
      > Discussion of Agile methods in CMM/CMMI settings was frequently peppered
      > with anecdotes equating Agile with "no discipline." In fairness,
      the XP
      > community (unintentionally) invited this censure. Even the name
      "extreme
      > programming" conjures up an image of skateboard parks or the
      rule-breaking
      > anarchy of off-piste snowboarding. Certain readings of the Agile Manifesto
      > (excerpted in Section 5) might bear resemblance to this perception.
      >
      > Faço questão de traduzir:
      >
      > Capítulo 3: Fatores que Afetam a Percepção
      > Seção 3.2: Falta de Informação Acurada
      > A discussão dos métodos Ágeis nos círculos de CMM/CMMI foi frequentemente
      > apimentada com piadas igualando Agile a "sem disciplina". Com
      justiça, a
      > comunidade XP (não intencionalmente) convidou esta censura. Até o nome
      > "programação extrema/radical" traz à mente uma imagem de parques
      de prática
      > de skate ou a anarquia de quebrar regras dos esquiadores de neve fora de
      > pista. Certas leituras do Manifesto Ágil (ver fragmento na Seção 5) podem
      se
      > assemelhar a esta percepção.
      >
      > Em vários momentos no passado (não tão distante) eu fiz essa mesma afirmação
      > sobre a imagem negativa do nome XP, principalmente na visão dos gestores,
      e
      > muitos me massacraram por isso... Bem, agora tenho um respaldo de gente
      "de
      > peso" e está documentado para a história... ;)
      > Heptabraço,
      >
      > Adail Muniz Retamal
      > www.heptagon.com.br
      >

      --
      Rafael Recalde Caceres
      blog.rafaelcaceres.net

    Sua mensagem foi enviada com êxito e será entregue aos destinatários em breve.