Carregando ...
Desculpe, ocorreu um erro ao carregar o conteúdo.

13167Re: São Paulo: Zona de Guerra...

Expandir mensagens
  • Flavius Versadus
    12 de nov 09h07min
       

      Evidente, perfeitamente. Mt bem colocado Pedro. Principalmente pela ligação histórica entre estas siglas nefastas e pelas motivações reais em deixar "correr frouxo".
      Então, no fim das contas, é tudo política mesmo, ou o que elles entendem por política. Então as vidas que se perdem não são importantes. Grandes estadistas! Damos viva aos politiqueiros...

      É o nunca-antes-na-estora-deçe-país , fazendo escola. Elle ensinou e agora todos fazem, abandonam ideologias e pelo poder compõem até com o capeta.

      Mas os bananas serão responsabilizados. Aqui ou em instâncias futuras, mais 'além'...
      Reproduzo texto - realidade crua - que faz um apanhado sobre algo do que falamos aqui. Abs.

      O Decálogo de Lênin


      Existe uma discussão na internet entre opositores e defensores de socialismo e capitalismo, que é a seguinte: Seria autêntico ou apócrifo o "Decálogo de Lênin", que circula por aí através de blogs e e-mails? Eu não tenho certeza mas, sinceramente, acredito que seja falso ou, no mínimo, uma forçação de barra.

      Sei que socialistas e comunistas são um tanto pervertidos quanto a questões políticas, econômicas e sociais mas, de fato, escrever aquelas dez premissas de forma escancarada foge a sua maneira dissimulada de agir.

      Não obstante, quão verdadeiros eles se nos mostram! Quão atuais! O decálogo pode não ter sido escrito por Lênin em lugar algum. Ou seja, pode ser que estas palavras de ordem não tenham sido impressas em nenhuma obra publicada mas, pior, muito pior que isso, elas foram impressas de forma indelével, através das ideologias, na mente insana dos esquerdistas que hoje as aplicam de forma escancarada.

      Antes de mais nada, reproduzo aqui o citado decálogo tal qual encontrado na internet:

      1- Corrompa a juventude, dê-lhe a liberdade sexual;

      2- Infiltre e controle depois todos os meios de comunicação;

      3- Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os a discussões sobre assuntos sociais;

      4- Destrua a confiança do povo em seus líderes;

      5- Fale sempre em democracia e Estado de Direito, mas, tão logo haja oportunidade, assuma o poder sem qualquer escrúpulo;

      6- Colabore com o esbanjamento do dinheiro público, coloque em descrédito a imagem do país, especialmente no exterior, provoque o pânico e o desassossego na população por meio de inflação;

      7- Promova greves, mesmo ilegais, nas indústrrias vitais do país;

      8- Promova distúrbios e contribua para que as autoridades constituídas não as coíbam;

      9- Colabore para a derrocada dos valores morais, da honestidade e da crença nas promessas dos governantes;

      10- Procure catalogar todos aqueles que têm armas de fogo, para que sejam confiscadas no momento oportuno, tornando impossível qualquer resistência.

      Bem se vê que a aplicação destes preceitos se faz de forma clamorosamente eficaz no Brasil. E não é de hoje não. Faz muito tempo, isso. Os que ocupam, hoje, a presidência deste país participaram do enfrentamento à ordem e às instituições através da luta armada. Outros, que já ocuparam, foram mais prudentes, ou quem sabe covardes, e ficaram no plano da infiltração intelectual, produzindo textos e espalhando ideologias.

      Vamos falar rapidamente de cada tópico com o fim de contextualizá-los:


      1- Há quanto tempo as irresponsáveis e depravadas liberdades sexuais vêm sendo embandeiradas por grupos sociais e políticos? Tomemos como exemplo as posturas de deputados como o senhor Luiz Mott. Ou mais: A tentativa vergonhosa de nos enfiarem goela abaixo o tal kit anti-homofobia. Ou ainda: A praticamente proibição da palavra "homossexualismo", substituída pelo impróprio termo "homoafetividade", com a óbvia intenção de eufemisticamente, tornar mais palatável, a idéia, aos nossos filhos e filhas. Sim, porque é a mentalidade deles que esse governo quer deformar, com tais baixarias travestidas de ações políticas.

      2- Os canais de rádio e TV são todos de propriedade do Governo Federal e concedidos aos empresários pelo próprio poder Executivo: existe maneira mais sutil e eficaz de se manter sob controle do governo as propagandas e a consciência de um povo? Alguém já ouviu, através da grande mídia, qualquer referência ao Foro de São Paulo? À sociedade do PT com as Farc ou outros tantos escândalos?


      3- Ainda existem pessoas, hoje em dia, que acreditam que o PT e o PSDB são partidos opositores. Não são opositores. São partidos de esquerda. Ambos. Nasceram do mesmo útero e muitos dos fundadores do segundo, por pouco não tomaram parte na fundação do primeiro. Foi o caso de FHC, por exemplo. Portanto, eles não discutem ou debatem idéias. Não disputam pela defesa de crenças políticas, econômicas ou sociais. Disputam apenas o poder. E esse revezamento passa ao brasileiro comum, a imagem de democracia. De mudanças de poder. E digo mais: uma vez nas mãos desses partidos, dificilmente retornará, o poder, à esfera democrática plena. Até porque não existe mais oposição no Brasil, haja vista o ostracismo de partidos como o DEM, antigo PFL, o PSL, o fim do PL ao se unir ao PRONA numa nova sigla: o PR, entre outros. A esquerda, dona do poder, através dessas duas frentes, dissemina discussões e discórdias improfícuas na sociedade, com o fim único de jogar um povo contra si mesmo. Alguém se lembra dos protestos burros dos animais "peessedebistas" de São Paulo contra os eleitores de Dilma, supotamente nordestinos?

      4- Os verdadeiros líderes deixaram de existir há muito tempo, o que prova a eficácia dos presentes preceitos.

      5- Bom, escrúpulos e esquerda, socialismo ou comunismo são palavras que não cabem na mesma frase. Tentaram tomar o poder pela luta armada, roubaram, sequestraram, praticaram terrorismo, (isso pra se falar só em Brasil) e falharam. Entretanto, vestidos de pele de cordeiro assumiram de vez o poder e com ele se esbaldam em esquemas corruptos e indecentes, fazendo pensar, ainda, a população comum, que o legal e o político são coisas completamente independentes entre si. Uma não tem nada a ver com a outra. Duvida? leia essa declaração de Antonio Palocci ao ser retirado do cargo de ministro chefe da casa civil, tentando justificar os motivos das escabrosas suspeitas que pesavam sobre si: “O mundo jurídico não trabalha no mesmo diapasão do mundo político”. Ou seja: política não precisa se ater às leis. Assim, escrachado.


      6- Alguém se lembra do aumento das taxas de desemprego, do aumento da dívida pública e da vulnerabilidade econômica nacional quando da teimosa manutenção da paridade cambial entre Dólar e Real pela equipe econômica do governo FHC, como qualquer outro, um esquerdista? 

      7- Alguém se lembra das orígens de Lula e do PT através das bases sindicais? Não estou, é lógico, criticando o direito a greves. Critico, antes, a disseminação ideológica pró socialismo, esse regime historicamente assassino, através de movimentos de trabalhadores, evidentemente, uma classe de massa menos esclarecida e, portanto, vulnerável a ideologias messianicas.

      8- PCC, MST, CV, PT, etc. Há evidências gritantes da relação dessas organizações e mais outras como o MIR, (Movimiento de la Izquierda Revolucionária do Chile) de onde vieram os sequestradores do empresário Abílio Diniz, com o Partido dos Trabalhadores. Precisa falar mais alguma coisa?


      9- Esquerda e valores morais? Ou legais? Ou qualquer tipo de valor que seja baseado em princípios honestos e sinceros? Basta nos lembrarmos que a presidente Dilma é a favor do aborto. Participou de assaltos, sequestros e atos terroristas. Basta nos lembrarmos da gigantesca matança e confisco de propriedades dos países onde se instalou o regime socialista. Senhores, crime é crime. Morte é morte. Ideologia nenhuma torna um crime aceitável. Nada torna uma morte menos trágica para a vítima e seus familiares. Nada.

      10- Vocês se lembram que há pouco tempo houve uma campanha de desarmamento? Houve um referendo popular e tudo, onde o povo decidiu manter seu direito a possuir uma arma. Pois depois da matança na escola em Realengo, cometida por um sociopata desequilibrado, os retardados vieram mais uma vez falar em proibir de vez a venda de armas legais no Brasil. Ou seja: esse negócio de democracia é conversa pra boi dormir. A soberania nacional pertence é aos três poderes e não ao povo brasileiro. E mais: eles ainda acham que o vagabundo que queira matar o mundo inteiro vá nas lojas comprar uma arma registrada! Em vez de proibir a venda de armas legais a cidadãos de bem, o governo tem a obrigação é de proteger nossas fronteiras contra a entrada de drogas e armas contrabandeadas. Mas não. Mais uma vez a culpa é do cidadão.

      Quero, com este post, deixar bem clara a minha total recusa em aceitar como séria a política brasileira. Quero deixar clara a minha repulsa à desintegração social e moral do ser humano. Não quero, com isso, que pensem que eu tenha um raciocínio liberal e direitista. Nunca. Ambos, direita e esquerda, são venenos sociais. São formas de exploração de uma sociedade.

      Foi-me sempre difícil engolir essa história de que o Estado é uma personalidade. De que acima dos atores políticos paira a personificação do interesse coletivo. Não, não existe o coletivo, a gente já é bem grandinho pra acreditar nessas coisas.

      Ainda assim, custava-me acreditar em quaisquer teorias que lançassem dúvidas sobre a história escrita e consagrada. A história dos livros, segundo a qual todas as ações humanas, no decorrer dos tempos foram guiadas pelas mais sublimes intenções. Que os acontecimentos políticos tinham o lastro de ideologias e crenças nobres. Que a História era apenas manchada, de quando em quando, por figuras psicóticas como Nero, Hitler, Calígula e por aí a fora.

      Quão ingênuo a gente é, em acreditar nisso. Em acreditar na boa vontade humana, quando afeta aos mecanismos do poder. Em questões que envolvam vultosas somas de dinheiro, esquemas de controle econômico, politico, etc., nem a moral, nem a ética e nem a religião são capazes de alcançar e enobrecer as motivações dos homens públicos.

      Não, os psicóticos não são excessão. São a tônica dominante. Hitler, com seu antissemitismo não foi pior do que Roosevelt que, sabendo de antemão da iminência do ataque Japonês a Pearl Harbor, tratou de retirar os navios mais novos e caros e trazê-los a portos continentais, deixando sem aviso os soldados e oficiais daquelas bases, para que morressem e justificassem, diante da opinião pública americana, a entrada dos Estados Unidos na guerra. Se o primeiro matou milhões por julgar sua raça superior, o segundo condenou seus próprios irmãos à morte trágica, indigna e desnecessária, por repugnantes questões econômicas.

      Não tenho fé no homem. Não tenho fé na humanidade. Não acredito num futuro melhor. Hoje é o futuro de algum dia no passado, quando outros sonharam este mesmo sonho, de um dia, ter orgulho de olhar nos olhos de um filho e dizer: Nós construímos o amanhã.


       
      flavius versadus
      Este é o ramo da parreira do LE em 1857. Tempo em que ainda existia o vácuo, substituído em 2012 pelo que a Ciência trata agora por nosso velho conhecido Éter, matéria etérea, invisível, que permeia todo o Universo...
       
       
       
      that's 4 u luv, 'm going for 2th... 
       
      Coloca, nas tuas janelas, o amor, a bondade, a compaixão, a ternura,
      a fim de acompanhares o mundo e o seu séquito de ocorrências
      (Joanna de Ângelis).
       
      - Não mostre para os outros o endereço eletrônico de seus amigos.
      - Use Cco... ou Bcc! Essencialmente nas enormes listas de repasse.
      - Quando a maioria fizer isso, estaremos livres de 90% de vírus, banners e spam.
       



      Em 12 de novembro de 2012 14:16, Pedro Afonso <pedroafonsosvm@...> escreveu:
       

       
      É claro e evidente a intimidade do PT com o PCC e outras facções criminosas armadas.
       
      O crescimento do tráfico no Brasil está diretamente relacionado com o crescimento do PT.
       
      As FARC estão se desmobilizando na Colômbia e transferindo-se para o Brasil dos "cumpanhêros".
       
      Esta escalada da violência é um dos pressupostos do Foro de São Paulo, do qual as FARC fazem parte.
       
      Não digo que os políticos de outros partidos sejam santos, mas os do PT jogam sujo pois não tem nenhum escrúpulo que o contenha.
       
      TODOS os seus líderes são amorais. Pelo poder são capazes de TUDO, como nunca antes na história deste país...
       
      Este confronto em SP já é uma antecipação da eleição para Governador em SP.
       
      O PT não se interessa em planos nacionais, apenas em construir seu plano de poder partidário e o plano pessoal do Lula.
       
       
       
       
       
       
       
       
      ----- Original Message -----
      To: undisclosed-recipients
      Sent: Monday, November 12, 2012 8:30 AM
      Subject: [averdadeiraverdadeoculta] São Paulo: Zona de Guerra...


       
      Pode-se perder algo da formatação original, pq não uso gerenciadores de email.
      Repasso, abaixo, texto categórico, sobre a situação atual. Grifos, por minha conta.
      Queira o destino que isso não se alastre para outros estados, justamente pelo exemplo negativo que parte do maior deles, a despeito de aparentes equilíbrio e controle da situação que vendem estes politiqueiros ineptos, todos pertencentes ao putrefato grande esquema de corrupção, em todos os escalões do poder no país, independente de partidos políticos: "Se'u fosse político, ia arrumar um Marcola também... /... A segurança pública tá um caos e é bom para o governador... / ... Quem lidera é o Alckmin" - palavras do tal líder do PCC.

      DESgovernador e Secretário da INsegurança: BA-NA-NAS , em suma.
       
      flavius versadus
      Este é o ramo da parreira do LE em 1857. Tempo em que ainda existia o vácuo, substituído em 2012 pelo que a Ciência trata agora por nosso velho conhecido Éter, matéria etérea, invisível, que permeia todo o Universo...
       
       
       
      that's 4 u luv, 'm going for 2th... 
       
      Coloca, nas tuas janelas, o amor, a bondade, a compaixão, a ternura,
      a fim de acompanhares o mundo e o seu séquito de ocorrências
      (Joanna de Ângelis).
       
      - Não mostre para os outros o endereço eletrônico de seus amigos.
      - Use Cco... ou Bcc! Essencialmente nas enormes listas de repasse.
      - Quando a maioria fizer isso, estaremos livres de 90% de vírus, banners e spam.
       



      De: Jorge Linhaça <>
      Data: 12 de novembro de 2012 11:04
      Assunto: São Paulo: Zona de Guerra.. Jorge Linhaça... formatação Jorge Linhaça



       

       

       


       
       
       
      Imagem inline 1                      

       
      São Paulo: Zona de Guerra
      Jorge Linhaça
       
      Ainda nos tempos do Governador Mário Covas, agentes penitenciários do extinto complexo penitenciário do Carindiru e outras unidades prisionais, davam conta ( ou ao menos tentavam) às autoridades de que dentro do sistema prisional organizava-se um movimento acentuado de criação de facções criminosas. Já não se tratava de gangues internas como os "serpentes negras", tudo indicava algo muito maior e que haveria de transcender os muros das penitenciárias.
      A resposta, mista de irresponsabilidade e pilhéria foi :
      Quem estiver com medo que peça para sair...
      Os  anos passaram com mais avisos e a permanente incredulidade e arrogância dos governantes que se seguiram.
       
      A Febem passou a ser contaminada com a Ala Jovem das facções.
       
      Veio a mega-rebelião que "virou" quase todas as unidades prisionais ao mesmo tempo, o embate entre as facções ficou claro...CDL, CRBC e PCC travaram uma guerra pelo controle dos presídios.
      CDL e CRBC foram praticamente desintegrados e alguns líderes foram mortos de forma no mínimo suspeitas ao serem transferidos para presídios dominados pelos rivais.
       
      Mesmo com a mega-rebelião, pouco foi feito para sanar ou sanear o problema...transferiram alguns líderes para presídios de "segurança máxima" mas isso não impede que advogados ou familiares levem recados para fora do presídio, mantendo assim o organograma do crime ativo e as células funcionando.
       
      A facção criminosa paulista não é uma mera quadrilha com meia dúzia de cabeças, parece mais uma hidra de lerna e, a cada cabeça cortada duas novas brotam em seu lugar.
       
      O resultado é a sensação de filme de faroeste nas ruas paulistanas e da grande São Paulo.
       
      O atual massacre de policiais ( civís e militares) e agentes penitenciários é como o remake de um filme antigo com mais cenas de ação e terror.
       
      Não existe apenas um motivo para o caos na segurança pública, mas um deles , além do já descrito acima, chama bastante a atenção.
      A polícia militar do Estado de São Paulo, vem, ao longo do tempo, transformando-se em uma tropa de elite dos governantes paulistas para atender ações extra crime.
       
      Greve dos professores? PM neles...
      Invasão de prédios abandonados? PM neles...
      Reintegração de posse ainda em discussão? PM neles...
       
      A mobilização ocorrida para a reintegração do Pinheirinho foi uma verdadeira operação de guerra vergonhosa, liderada pelo governador.
       
      No entanto, é importante entender que uma coisa é atacar trabalhadores desarmados, com escudos de plástico, capacetes de moto, e cabos de vassoura, um verdadeiro exército de Brancaleone, incapazes de fazer realmente frente ao poder bélico do estado.
      Outra completamente diferente, é enfrentar guerrilheiros fortemente armados que atacam pontualmente e de maneira inesperada.
       
      Talvez se a polícia fosse menos convocada para bater em trabalhadores e melhor equipada para combater o crime  e o quadro hoje não fosse este.
       
      A arrogância recorrente de governadores e secretários de segurança, impede que assumam que existe um "poder oculto" capaz de rivalizar com a polícia.
       
      Tivessem Covas e Cia, não tentado tapar o sol com a peneira e as facções teriam sido desatirculadas em seu nascedouro. Mas o sentimento de anipotência presente nesses senhores foi permitindo que as cobras ganhassem asas.
       
      Há que critique a ação de alguns policiais isolados ou pequenos grupos de extermínio que tem partido para o revide aos ataques orquestrados pelos criminosos.
       
      Por outro lado, em uma situação em que você sai de casa e não sabe se vai voltar, vítima de alguma emboscada, os nervos acabam ficando à flor da pele e entre morrer e matar a escolha acaba sendo pela auto-preservação.
       
      Não estou aqui justificando chacinas ou coisa parecida, trata-se apenas de compreender o estado de espírito dos defensores da lei.
       
      Com um código penal ridículo como o nosso, onde os bandidos são soltos e liberados , às vezes antes que os policiais terminem seus relatórios, é natural que a insegurança ronde esses pais de família.
       
      Podemos até dizer que o Brasil é um verdadeiro paraíso para os criminosos. Quando acabam presos, tem regalias que muitos cidadãos não tem: 4 refeições por dia, televisão nas celas, tratamento médico e odontológico, escola na unidade prisional, trabalho, áreas de lazer, visitas íntimas, direito de receber alimentação, material de higiene, roupas e etc de parentes e    amigos.
       
      Enfim...para alguns é bem mais negócio estar preso que na rua.
       
      Não sou dos que torcem para o quanto pior melhor, seria imbecilidade, minha torcida é para que o Sr Geraldinho acorde para a vida, assuma a sua parcela de responsabilidade pelo caos atual e tome medidas efetivas para combater o crime organizado , assim como as toma para atender seus interesses pessoais e políticos contra a população.
       
      Vende-se a imagem de que a polícia deve ser legalista para manter o estado democrático de direito...no entanto é preciso decidir qual seja esse direito...até agora só se fala do "direito dos manos".
       
      Bandido neste país recebe muito mais proteção das organizações dos direitos humanos do que o cidadão comum. Quanto mais bem relacionado ou endinheirado maiores as probabilidades de sair    impune.
      Gostaria de saber se algum desses defensores dos "direitos dos manos " está dando apoio às famílias dos policiais mortos.
       
      Salvador, 12 de novembro de 2012