Carregando ...
Desculpe, ocorreu um erro ao carregar o conteúdo.
 

Países da CPLP discutem em Brasília o futuro da língua portuguesa (25/3/2010)

Expandir mensagens
  • urs.bira
    Países da CPLP discutem em Brasília o futuro da língua portuguesa O objetivo da conferência é examinar as oportunidades e pautar os instrumentos que
    Mensagem 1 de 1 , 27 de mar de 2010
      Países da CPLP discutem em Brasília o futuro da língua portuguesa

      O objetivo da conferência é examinar as oportunidades e pautar os instrumentos que valorizem cada vez mais o nosso idioma.

      Brasília – A Conferência Internacional sobre o Futuro da Língua Portuguesa no Sistema Mundial que vai reunir em Brasília os oito países da língua portuguesa – Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, está marcada para começar hoje (25), no Palácio do Itamaraty. O objetivo da conferência é de examinar as oportunidades e pautar os instrumentos que valorizem cada vez mais o nosso idioma.

      Além dos oito países da língua portuguesa, foram convidados o Senegal, a Guiné Equatorial e as Ilhas Maurícias, na qualidade de Estados observadores associados.

      Os participantes da abertura do evento terão acesso a uma ampla programação cultural, que conta com a leitura de trechos de obras literárias de autores de língua portuguesa pela intérprete brasileira Maria Bethânia. A sessão inaugural da Conferência está marcada para amanhã (26), às 9h, no auditório do Palácio.

      O evento prossegue até quarta-feira da próxima semana (31) com reuniões da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) divididas em duas etapas. A primeira, de hoje até sábado, constituirá ocasião para debate, intercâmbio de ideias e troca de experiências entre representantes da sociedade civil dos Estados membros da CPLP, com a participação de delegações governamentais dos países da Comunidade.

      Na primeira etapa, a conferência prevê reunir escritores, professores, acadêmicos, editores, jornalistas e outros profissionais diretamente vinculados à difusão da língua para reflexão sobre amplo leque de questões, desde o fortalecimento do ensino do idioma e sua implantação em organizações internacionais até sua importância para as diásporas de nacionais dos países da CPLP .

      Já a segunda etapa da conferência, nos dias 29 e 30 de março, consistirá em reunião das delegações governamentais dos países da CPLP. Os Estados membros discutirão propostas passíveis de compor um programa de ações da Comunidade para cumprimento dos objetivos fixados pelos Chefes de Estado e de Governo da CPLP na "Declaração sobre a Língua Portuguesa" (VII Cimeira, Lisboa, 25 de julho de 2008).

      Para o último dia, 31 de março, está marcada uma Reunião Extraordinária do Conselho de Ministros da CPLP, durante a qual os chanceleres analisarão estratégias e ações para a projeção da língua portuguesa, com vistas à formulação de recomendações à próxima Cimeira da Comunidade, marcada para acontecer na capital angolana em Luanda, em 2010, quando os resultados dos trabalhos em Brasília serão analisados pelos Chefes de Estado e do Governoda CPLP.

      A Conferência Internacional sobre o Futuro da Língua Portuguesa no sistema Mundial e a Reunião Extraordinária do Conselho de Ministros da CPLP serão copresididas pelo Brasil, como país-sede, e por Portugal, como atual presidente da Comunidade.

      Paralelamente à Conferência Internacional, será organizada uma semana cultural da língua portuguesa, cuja programação envolverá exposição intitulada "Língua Viagem – em português todos se encontram", mostra de cinema, apresentações musicais e encontros de escritores, com participação de todos os Estados membros da CPLP. A exposição sobre a língua portuguesa ocorrerá no Palácio Itamaraty e os demais eventos no Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília (CCBB DF).

      Fonte:http://www.africa21digital.com/noticia.kmf?cod=9701058&canal=403

      Moderação Literatura e Leitura
      urs.bira
    Sua mensagem foi enviada com êxito e será entregue aos destinatários em breve.