Carregando ...
Desculpe, ocorreu um erro ao carregar o conteúdo.
 

Alda do Espírito Santo faleceu em 9 de março de 2010

Expandir mensagens
  • urs.bira
    Alda do Espírito Santo será sepultada sexta-feira em São Tomé Em homenagem à escritora , o governo de São Tomé decretou cinco dias de luto nacional. Da
    Mensagem 1 de 1 , 11 de mar de 2010
      Alda do Espírito Santo será sepultada sexta-feira em São Tomé

      Em homenagem à escritora , o governo de São Tomé decretou cinco dias de luto nacional.

      Da Redação, com Angop

      Luanda – Os restos mortais da escritora Alda do Espírito Santos, falecida terça-feira em Luanda, seguiram ao princípio da tarde desta quinta-feira(11) para São Tomé e Príncipe, sua terra natal, onde serão sepultados, na tarde de sexta-feira, no cemitério do Alto do São João.

      Para assistir ao funeral, uma delegação de mais de 25 elementos ligados à vida cultural angolana, chefiada pela ministra da Cultura, Rosa Cruz e Silva, viajou igualmente para a República de São Tomé, para render a última homenagem à malograda.

      Entre outras personalidades, fazem parte do grupo o embaixador de Moçambique em Angola, António Matonse, a poetisa Amélia da Lomba, o escritor Lopito Feijó, a radialista Aminata Goubel, a ministra conselheira da embaixada de São Tomé em Angola, Elisa Barros, entre outros membros da comunidade santomense residentes em território nacional.

      Em Portugal, onde estudou, Alda Espírito Santo desenvolveu actividades políticos em colaboração com vários nacionalistas africanos da lusofonia, com destaque para Agostinho Neto (Angola), Amílcar Cabral (Cabo-Verde), Marcelino dos Santos (Moçambique), entre outros patriotas de outros colónias.

      Em sua honra, várias actividades estão a ser realizadas no país, sobretudo na União de Escritores Angolanos (UEA), onde políticos, governantes, diplomatas, amigos e membros da comunidade santomense em Angola rendem a sua última homenagem.

      Alda do Espírito Santos é uma figura de grande destaque da história política recente, notabilizando-se por ser a autora da letra do Hino Nacional da República de São Tomé e Príncipe.

      Em homenagem à escritora o governo de São Tomé decretou cinco dias de luto nacional.

      Fonte:http://www.africa21digital.com/noticia.kmf?cod=9648449&canal=403

      Moderação
      Literatura e Leitura
    Sua mensagem foi enviada com êxito e será entregue aos destinatários em breve.