Carregando ...
Desculpe, ocorreu um erro ao carregar o conteúdo.
 

SARAMAGO DIZ QUE COLÔMBIA DEVE REPUDIAR TODO TIPO DE VIOLÊNCIA

Expandir mensagens
  • Ubiratan Rocha da Silva
    SARAMAGO DIZ QUE COLÔMBIA DEVE REPUDIAR TODO TIPO DE VIOLÊNCIA BOGOTÁ, 22 FEV (ANSA) - O escritor português José Saramago, Prêmio Nobel da Literatura,
    Mensagem 1 de 1 , 11 de abr de 2009
      SARAMAGO DIZ QUE COLÔMBIA DEVE REPUDIAR TODO TIPO DE VIOLÊNCIA

      BOGOTÁ, 22 FEV (ANSA) - O escritor português José Saramago, Prêmio Nobel da Literatura, afirmou que o único caminho para a paz na Colômbia é a "rejeição à toda a violência, sem distinções entre a violência revolucionária e a repressão capitalista".
      Em entrevista ao jornal El Espectador, Saramago comparou a ação das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) às guerras medievais, "nas quais morrem os soldados rasos de um lado e do outro e destroem por onde passam", e destacou que este "não é um bom sinal de futuro".
      O escritor descartou a possibilidade de ser um mediador para a paz na Colômbia e disse que sua manifestação visa "consolar, pressionar e salvar-nos da humilhação de saber que há pessoas sequestradas".
      "Aqui há muita gente empenhada em alcançar a paz, usando o sentido comum, que se converte no instrumento mais revolucionário neste mundo de loucos que é o da violência", expressou.
      Saramago enviou ainda uma mensagem aos reféns da Colômbia, dizendo que não pode soltá-los, mas pode mandar a eles "solidariedade e impotência" e que "muitas impotências juntas podem se tornar uma potência".
      Recentemente, logo após as Farc libertarem o ex-deputado Sigifredo López, Saramago admitiu ter se emocionado com o depoimento do ex-refém, que ao agradecer pela gestão da senadora Piedad Córdoba, comparou-a com a mulher do médico de "Ensaio sobre a Cegueira".
      "Toda minha existência de homem e de escritor foi justificada por esse momento", disse o escritor, agradecendo ao ex-parlamentar. (ANSA)
      22/02/2009 16:25


      © Copyright ANSA. Todos os direitos reservados.
      Fonte: http://www.ansa.it/ansalatinabr/notizie/notiziari/colombia/20090222162534829511.html
    Sua mensagem foi enviada com êxito e será entregue aos destinatários em breve.