Carregando ...
Desculpe, ocorreu um erro ao carregar o conteúdo.
 

Imortal João de Scartimburgo doa sua biblioteca com cerca de 30 mil livros

Expandir mensagens
  • Ubiratan Rocha da Silva
    (Da Redação) - Diretor do Jornal Cidade entre 1936 e 1941, o imortal da Academia Brasileira de Letras e rio-clarense João de Scantimburgo preserva sua
    Mensagem 1 de 1 , 10 de set de 2008
      (Da Redação) - Diretor do Jornal Cidade entre 1936 e 1941, o imortal
      da Academia Brasileira de Letras e rio-clarense João de Scantimburgo
      preserva sua memória no município ao doar sua biblioteca com cerca de
      30 mil livros ao Gabinete de Leitura.
      Nascido em Dois Córregos e radicado em Rio Claro desde a infância,
      ele tornou-se cidadão local por outorga de título pela Câmara
      Municipal.
      Ele conta que sua formação intelectual quando jovem deu-se em Rio
      Claro através do acervo do Gabinete de Leitura, motivo que o levou a
      considerar a doação de sua atual biblioteca.
      Ele iniciou a vida jornalística no Jornal Cidade em 1936, por época
      da empresa pertencer a Humberto Cartolano. Scantimburgo foi o
      primeiro locutor da Rádio Clube, inaugurada em 1934. Em São Paulo ele
      desenvolveu sua carreira como jornalista, escritor e filósofo.
      Nascido em 31 de outubro de 1915, filho de João de Scantimburgo e
      Julia Cenci de Scantimburgo, foi eleito membro da Academia Brasileira
      de Letras em 21 de novembro de 1991 e empossado em 26 de maio de
      1992. Ele é mestre em Economia e Doutor em Filosofia e Ciências
      Sociais. Lecionou na Fundação Armando Álvares Penteado e na
      Universidade Estadual Paulista - Unesp. Exerceu as funções de diretor
      dos "Diários Associados" em São Paulo e do "Correio Paulistano".
      Assumiu também a direção do "Diário do Comércio" e do "Digesto
      Econômico", ambos editados na capital paulista. Pertenceu ao Conselho
      Curador da Fundação Padre Anchieta - Rádio e Televisão Educativa (São
      Paulo). Membro da diretoria da Fundação Moinho Santista e do Conselho
      Curador (vitalício) da Fundação Bienal de São Paulo. Faz parte,
      também, da Academia Paulista de Letras, Instituto Brasileiro de
      Filosofia, Sociedade Brasileira de Filósofos Católicos, Pen Club do
      Brasil, Instituto Brasileiro de Direito Social, além de algumas
      instituições culturais sediadas em países da Europa e nos Estados
      Unidos. João de Scantimburgo foi contemplado com os prêmios José
      Ermírio de Morais - Pen Club e Alfredo Jurzikowski - ABL.

      Fonte: http://jornalcidade.uol.com.br/paginas.php?id=32125 (acessado
      10/9/2008)
    Sua mensagem foi enviada com êxito e será entregue aos destinatários em breve.