Carregando ...
Desculpe, ocorreu um erro ao carregar o conteúdo.
 

Tudo é e por isso deve ser vivido intensamente - Dedé Siverio

Expandir mensagens
  • Pastorelli
    Tudo é e por isso deve ser vivido intensamente Olá, Pessoas que entram aqui e que tem paciêcia pra ler e ver minhas asneiras (isso tudo foi um vocativo).
    Mensagem 1 de 1 , 13 de mar de 2008
       
       
       
       

       

       

      Tudo é e por isso deve ser vivido intensamente

       

      Olá, Pessoas que entram aqui e que tem paciêcia pra ler e ver minhas asneiras (isso tudo foi um vocativo). Bom, eu estive viajando nesses 4 dias. Uma viagem muito boa para um campeonato chamado JUC - Jogos Universitários de Cruzeiro - Apesar de um A fazer muita diferença o JUC foi muito bom. Após essa viagem que só pode ter comentários pessoalmente falo com pessoas super especiais e ainda vejo um filme que também não deixa de ser especial. Por este filme e outro eu parei pra pensar e sentir algumas coisas. Um eu não vou mencionar aqui, e o outro é "A Viagem de Chihiro" - (Sen to Chihiro No Kamikakushi) - de Hayao Miyazaki. Este filme de animação conta uma história que apesar de se encaixar na fantasia infantil está cheio de mensagens e simbologias simples mas intensas. Me tocaram profundamente. Fazia tempo que um desenho não me emocionava. Eu, como muita gente sabe, adoro animação, mas ultimamente muita coisa não passa nada e nem sempre é bom visualmente. A gente (Brasileiros e outros povos) recebe muito lixo animado de outros países de mais de 20 anos de lançamento. Os outros países vendem por um preço consideravelmente alto uma coisa que não é mais sucesso por lá. Bom, mas voltando ao filme. Este filme foi diferente, é algo emocionante, lindo e educativo inconscientemente. Depois de assistir este filme eu simplesmente fiz o que todo mundo normalmente faz, troca de canal e deixa isso só como lembrança. Mas eu percebi isso e não conseguia assistir outra coisa, e parei um bom tempo pensando no filme e como a vida é intensa, e tem que ser percebida como tal. Deste momento, eu juntei uns acontecimentos como esta viagem do JUC, uma pessoa especial que eu tenho conhecido melhor e espero conhecer melhor ainda, um filme que me deixou indignado com o mundo e ao mesmo tempo com uma ambição de mudá-lo e um filme que me mostrou que a gente nunca deve esquecer a emoção ou até mesmo separá-la sempre de nossa vida em momentos que ela não é comum. Todos abandonam a emoção quando se trata de assuntos profissionais, assuntos com desconhecidos, ou até com conhecidos que achamos que conhecemos. Chihiro, Haku e muitos outros me passaram lições que eu normalmente acho que já sei, mas por achar isso eu acabo deixando isso de lado. É o que todos fazemos: Achamos que fazemos o certo, que amamos e que não descriminamos, quando na verdade fazemos o que acham certo, amamos aquilo que queremos e só a quem queremos, e descriminamos tanto quanto um racista. A diferença é que não falamos ou não demonstramos. Tem tantas verdades no mundo. Cada um tem a sua, mas a verdade que podemos descobrir não queremos descobrir. Não queremos saber se aquele seu vizinho está precisando de um tratamento, nem se a sua professora chata do colégio perdeu o emprego, nem se um colombiano precisa escolher entre água ou comida, ou quem sabe com os índios "selvagens que podem nos matar" que estão diminuindo e perdendo seu modo de vida de respeito e subsistência, nem nos importamos com esta guerra estúpida mesmo sabendo que ela está errada. Nem queremos saber se o prefeito que nós escolhemos rouba mesmo ou é honesto. Ele é o que me falaram. Meu pai, meu amigo, meu irmão vota nele, então eu também voto. Ah! ele rouba mais faz. Eu não voto no Maluf porque ele rouba mas faz. E voto no meu candidato porque ele rouba mais faz menos. Ele rouba menos ou faz menos? Nas aulas nós nos fazemos de revoltados pra agradar professores e alunos, mais os professores, é claro, ele ficará tão contente quando acha um aluno com boas idéias. Alguém que quer mudar o mundo. Não queria estragar seu barato, mas ele tá de saco cheio de ouvir, "ai...., sabe.... eu acho... ta tudo errado... eu não concordo... ou ele é corrupto". Saber que existe corrupção por aí todo mundo sabe. Mas você sabe alguma coisa aprofundada disso? É como eu disse, intensidade. A indignação também é emoção. Me decpcionam várias coisas e agora sim eu levo a vida devagar mas de forma intensa e tento fazer o melhor do que sou capaz não só com o que eu quero ou com quem eu quero. Eu quero algo bom pra todos. Eu não me acho bom. Eu acho que o bom e o mau hoje em dia não existe mais. Você não tem que fazer isso porque vai ser bom. Ou não precisa doar uma puta grana pros meninos da Somália só porque é jogador de futebol e vai aparecer na TV fazendo isso. Bom e Mau não existem mais. O mundo agora é da Imagem e da psicologia. Alguns pensam que um desenho cheio de fantasias não significam nada, mas este desenho mostra como existe contraste no mundo, como existe bem a imaginação. Se a gente pensa em coisas tão boa porque elas não podem acontecer? Não proponho nenhuma revolta nem revolução até porque eu sou leigo nestas coisas, estou em fase de aprendizado. Mas a minha Intensidade nunca vai descançar não por causa de um filme mas por eu ser um ser com vida. Eu só proponho que cada um faça a sua revolução na sua própria mente, e ajude quem você acha que precisa dela. Uma revolução do pensamento, antes que até isso seja proibido ou seja propriedade privada. Assim como prevê George Orwell.

       

      Na foto:Chihiro e Haku.

       

      13/10/2004 Publicada por ««ÐëÐé Ðø§ T뢣aÐø§»»

      http://olhardescomportado.nafoto.net/

       

       

      editores: sonia regina, osvaldo pastorelli, jean-pierre barakat


      Poemas Quadros Virtuais - edição 14/03/2008
      formatação em html, seleção do texto e imagem: osvaldo pastorelli

      http://br.groups.yahoo.com/group/laboratoriodapalavra

      Inscrição: e-mail em branco para laboratoriodapalavra-subscribe@...    

    Sua mensagem foi enviada com êxito e será entregue aos destinatários em breve.