Carregando ...
Desculpe, ocorreu um erro ao carregar o conteúdo.

3683Auxilio Jurídico para o Instituto Anima

Expandir mensagens
  • Mauro Schorr
    8 de mai 18h51min

      NECESSIDADE DE AUXILIO JURÍDICO AOS PROJETOS DO INSTITUTO ANIMA

      Precisamos de um apoio jurídico de um advogado sério ou mais de um, que tenham conhecimento na esfera socioambiental, para ajudar na defesa de propostas em alguns projetos que estamos desenvolvendo

      Vcs conhecem alguém (ens) que possam colaborar conosco

      Podemos fazer trocas, ou remunerar inclusive este precioso esforço

      Temos 30 anos de longa jornada de batalhas, num país do faz de conta, que nunca priorizou a ecologia e a qualidade de vida para todos

      Nas poucas janelas que se abriram, mandamos brasa

      Até queria saber se existem ai no Face pessoas que receberam nossos atendimentos e se lembram de nossa presença e projetos nas várias regiões do BR

      Cursos, palestras, jornadas, hortas, pomares, jardins, massagens e ecofeiras, entre outras alegrias

      Objetivos Gerais do Instituto Anima:

      I – Atuar para a conscientização, conservação e recuperação do meio ambiente, assim como incentivar o uso de práticas sustentáveis para um melhor uso dos recursos naturais nas diversas atividades humanas;

      II – Introduzir dentro da sociedade a importância de uma visão integrada orientada por um novo paradigma holístico emergente, que possibilita resgatar os valores, crenças e conteúdos tradicionais que permanecem sofrendo processos acentuados de exclusão ou degradação, com a valorização das conquistas científicas modernas, sobretudo mais sustentáveis, ofertando novas tecnologias, conhecimentos, a oportunidade de crescimento e expansão de uma contemporânea cultura e consciência, de alta qualidade e sustentabilidade;

      III – Incentivar a prática, o uso, o desenvolvimento, através da formação de projetos, programas, experiências, da agricultura orgânica ou agroecologia, biodinâmica e da permacultura, que são modernas ciências de recuperação e manutenção do equilibro ecológico na agricultura e no meio-ambiente;

      IV – Impulsionar o uso, a dinamização, o aproveitamento de uma alimentação e nutrição mais sadia, harmoniosa com as leis naturais, isenta de produtos químicos nocivos, que possa ser utilizada e introduzida em escolas, creches, lares, hospitais, através de projetos, programas, palestras, seminários e cursos;

      V – Oferecer estudos alternativos e complementares nas áreas da medicina moderna natural, naturista, nutricional, transpessoal, que possam introduzir na medicina atual um novo sistema integral de condução das atividades médicas e terapêuticas;

      VI – Buscar divulgar textos, livros, projetos, programas, fixar uma sede em uma área ambientalmente favorável a inter e transdisciplinaridade correlacionada a ligação que a agroecologia, a nutrição vital e a medicina holística podem oferecer como um novo padrão de conduta, de cultura, de expansão de novos alicerces econômicos, ecológicos para a transformação sustentável de nossa sociedade;

      VII – Desenvolver atividades em Educação Ambiental diversas;

      VIII – Possibilitar o acesso às populações marginalizadas e de menor renda a educação ambiental e uma melhor qualidade de vida.

      Histórico e Dossiê da Organização:

      O Instituto Anima de Cultura e Desenvolvimento Sustentável é uma ong que atuou na criação da Lei Estadual dos Agrotóxicos do PR, no incentivo e disseminação da Agroecologia e na introdução de uma ciência agronômica mais sustentável em programas e capacitação de professores, profissionais liberais e técnicos de governos e na formação de grupos acadêmicos e profissionais de estudo e desenvolvimento da Agricultura Orgânica ou Agroecologia e Agricultura Biodinâmica (Universidade Federal do Paraná - UFPR - Grupo de Estudos de Agricultura Ecológica - GEAE, Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil - FEAB, Superintendência dos Recursos Hídricos e Meio-ambiente – SUREHMA (atual IAP), Instituto Biodinâmico - SP, Instituto Verde-Vida do PR, Fundação Cidade da Paz - 1991 - 1993; SEMATEC - GDF - 1995 - 1996; IBAMA - 1996 - 1997 - CENARGEN/EMBRAPA - 1998 - Instituto Tao de Saúde Integral - 1998), Conselho Nacional das Populações Tradicionais – CNPT/PPG 7 – 1999, Empresa Terra Preservada Ltda. – 2000-2002.

      Na Divisão Nacional de Ecossistemas - DICOE/DIREC desenvolveu o Programa Nacional de Agroecologia para as áreas de proteção ambientais brasileiras – APAS. Participou ainda da coordenação da formação de um Programa Nacional e Internacional de Comercialização de Produtos Agroflorestais das Reservas Extrativistas da Amazônia Brasileira, com apoio oficial do PPG 7/PNUD/Banco Mundial, do CNPT - Centro Nacional de Desenvolvimento Sustentado das Populações Tradicionais da Amazônia, associações e cooperativas do estado do Acre e de Rondônia, e de um recente programa de “Expansão da Etnobotânica e a proteção de Recursos Genéticos Tradicionais nos diversos estados brasileiros”, com a participação das principais redes de ongs - organizações não-governamentais brasileiras no CENARGEN/EMBRAPA.

      Na SEMATEC no Governo do Distrito Federal no ano de 1995 lançou um Seminário de Âmbito Nacional de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável no Centro de Convenções em Brasília, e a elaborou quatro programas agroecológicos fundamentais para tornarem-se viáveis a Agroecologia, a Educação Ambiental e a Conservação do Meio-ambiente no estado do Distrito Federal, com um recurso inserido para estes programas no orçamento estadual no valor de R$ 120.000,00 (Cento e vinte mil reais). Estes programas corresponderam à implantação no Jardim Botânico de um Horto Medicinal Popular e Científico com espécies do Cerrado e da Amazônia; Pesquisa científica de modernos Sistemas Agroflorestais e Permaculturais; Implantação de um Programa de Permacultura e Agroflorestas para o DF; a Formação de um Grupo de Controle dos Agrotóxicos; Formação de Cursos de Desenvolvimento Sustentável e Agroecologia de maneira a destacar inclusive suas relações com a psicologia e a medicina natural, holística e transdisciplinar.

      Para a Divisão Nacional de Ecossistemas do IBAMA - DICOE/DIREC, promovemos também um assessoramento técnico aos produtores rurais da Comunidade de Rajadinha - APA de São Bartolomeu, onde conseguimos planejar e implementar o paisagismo da indústria de verticalização que ali foi criada. Adquirimos e conduzimos o plantio do equivalente a 800 mudas de árvores nativas, incentivamos e e ensinamos a montagem de modernos sistemas sustentáveis de reciclagem de resíduos orgânicos, formação de viveiros, modernos sistemas de podas de árvores e controles não agressivos ao meio-ambiente de insetos e doenças vegetais e animais, consórcios de grãos com adubos verdes, formação de sistemas agroflorestais com o plantio para a extração de polpas, alem de diversas atividades de educação ambiental com crianças, jovens e adultos.

      Elaboramos um Manual de Agroecologia, Agricultura Biodinâmica e Permacultura de 190 págs.. (Disponível neste site em Downloads) que busca definir os rumos e a necessidade emergencial da criação e do impulsionamento de uma nova cultura, ciência e desenvolvimento real e sustentável para o Brasil e para a proteção e conservação de suas áreas naturais e de sua moderna agricultura, e que possui temas técnicos específicos sobre Desenvolvimento Sustentável e Transdisciplinaridade, Novo Paradigma Holístico, Qualidade Total, Educação e Cidadania, Sistemas Agroflorestais e Permaculturais para as cinco regiões brasileiras, inclusive este manual possui poemas, desenhos, um gibi ecológico, e que consideramos que traz a tona uma discussão mais organizada e sistemática de temas atuais e fundamentais para o Brasil renascer e evoluir de maneira exponencial nesta entrada do novo milênio, e ainda elaboramos um outro documento de caráter mais político e histórico-bibliográfico que visa despertar a consciência da cidadania brasileira e o amor por este país intitulado “Salve o Brasil: Agroecologia, Agricultura Biodinâmica e a Permacultura: como estas ciências agrícolas do III milênio podem favorecer e ampliar um desenvolvimento real e sustentável de alta qualidade para o Brasil.

      Também prestamos consultoria para a Fundação Ecológica do município de Piripiri - FUNEP - Piauí, onde introduzimos outro programa que nosso instituto busca ampliar e desenvolver – O Programa Anima de Qualidade nas Organizações, onde elaboramos um documento de 94 págs. que também dispomos ao grande público.

      Para a formação e condução destes programas dentro do IBAMA concorremos a uma licitação pública onde recebemos a nota 10 pelos nossos documentos elaborados e inclusive em nossa última consultoria no estado do Piauí. - Consultoria para o Conselho Nacional das Populações Tradicionais da Amazônia - CNPT – IBAMA. Apoio: U$ - 60.000 –onde organizei e elaborei a proposta inicial de desenvolvimento de um projeto nacional e internacional de comercialização de produtos agroflorestais não-madeireiros da Reserva Extrativista Chico Mendes - Estado do Acre - Amazônia Brasileira. Programa BRA 092/043/PPG 7/PNUD.

      Integramos desta forma mais de 50 associações pequenas comunitárias, apresentando diversas alternativas coerentes de comercialização e ampliação de mercados regionais e internacionais para a realidade amazônica local. Formamos um programa nacional e internacional de ampliação da comercialização dos produtos agroflorestais não-madeireiros da Amazônia produzidos por comunidades tradicionais, que estão organizadas em cooperativas e pequenas associações principalmente no estado do Acre - AC e Amazonas - AM.

      Este importante e fundamental programa para o Brasil estava sendo coordenado pelo Centro Nacional de Desenvolvimento Sustentado das Populações Tradicionais - CNPT/IBAMA - Ministério do Meio ambiente e conta ainda com o apoio oficial do PPG 7 - Banco Mundial, FAO, GTA - Grupo de Trabalho Amazônico, CTA - Acre, Rede ISPN (DF), Rede ASPTA (RJ), Rede Instituto Biodinâmico (SP), Rede Instituto Verde-Vida (PR) e Rede Fundação Gaia (RS), e com mais de 70 associações de pequenos produtores e cerca de 23 cooperativas de trabalhadores rurais do estado do Acre e da Reserva Extrativista Chico Mendes.

      Atualmente estamos desenvolvendo diversas atividades de educação ambiental e apoio a escolas na região de Florianópolis e entorno, enfatizando a necessidade da ampliação de uma cultura sustentável para comunidades selecionadas, sobretudo situadas ao Fórum do Maciço da Cruz, bairros Campeche, Rio Tavares, Costa da Lagoa, Rio Vermelho e cidades como Santo Amaro, Águas Mornas, Major Gercino, Antonio Carlos e Garopaba.

      Também estamos produzindo hortas orgânicas pedagógicas baseadas na agroecologia e na permacultura, bioconstruindo com bambu e materiais orgânicos, ampliando ações em saneamento alternativo, formando bancos de sementes, herbários, paisagismo, e fornecendo inúmeras palestras em congressos, empresas, livrarias e universidades.

      Elaboramos projetos de captação de recursos para o CESE, MDR, PRONAF, Fundo Mink, Fundação Ford, Prêmio Nacional Cultura Viva, Prêmio ODM, Prêmio Tecnologias Sociais do Banco do Brasil e para o governo do estado de SC.

      Temos participado com um belo stand das três mais importantes ecofeiras de nossa capital catarinense, expondo diversos produtos éticos e mais sustentáveis. Ainda conduzimos ações estratégicas na área da produção de ervas medicinais na colônia agrícola penal do município de Palhoça, com mais de 100 espécies sendo cultivadas em uma escala comercial e sendo utilizadas em todo o sistema carcerário do estado. Nosso portal ou site tem sido visitado por centenas de pessoas semanalmente, onde colhem informações mais profundas sobre uma mudança de forma de desenvolvimento que tenha uma maior sustentabilidade.

      Experiência do Coordenador do Instituto Anima

      - Selecionado para formar o “Programa de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável da Universidade Holística Internacional de Brasília - Unipaz”. Neste projeto vivenciei em regime comunitário o ideário da Fundação Cidade da Paz, uma ONG de renome internacional, localizada na formosa Granja do Ipê, em Brasília – DF. Elaborei desta forma diversos projetos, conceitos de integração entre a agricultura, nutrição e medicina, sistemas de plantios agroflorestais para a região do cerrado brasileiro e a produção de horticultura orgânica numa extensão de seis hectares. O programa foi financiado em U$ - 36.000,00 para implantar este instituto na capital federal. Período: Setembro de 1991 à março de 1993

      - Fui posteriormente um dos coordenadores da equipe executiva do “Projeto Acerere de Desenvolvimento Sustentável nas Aldeias Xavantes do Parque Pimentel Barbosa - Município de Água-boa - Estado do Mato-grosso do Sul – Brasil”. Este projeto promovido pela AGE - Associação de Agricultura Ecológica do DF, obteve-se um financiamento do Fundo Nacional de Meio-ambiente no valor de U$- 64.000,00, onde auxiliamos aquelas comunidades indígenas a obterem ferramentas, conserto de veículos, plantio de pomares visando o combate à fome e a miséria, associativismo, organização e resgate da cultura tradicional indígena, e introduzimos também práticas básicas de higiene, agroecologia e medicina natural preventiva, entre outras. Período: Dezembro de 1993 à Abril de 1994

      - Consultor do “Programa Hortas Populares do Movimento Cidadania contra a Fome, a Miséria e Pela Vida”. Desenvolveram-se diversos projetos de horticultura que visavam a melhoria da qualidade de vida de meninos de rua. De Novembro de 1994 à Fevereiro de 1995. Foi Financiado pela organização internacional Companheiros das Américas e o Banco Central do Brasil

      - Contratado como Chefe de Serviços à Comunidade no Dpto. de Política Ambiental da Sematec - GDF. De Abril de 1995 à Fevereiro de 1996. Assumi a coordenação geral do Programa de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável da Sematec e do GDF. Ano de 1995

      - Contratado como Consultor do Departamento de Ecossistemas do IBAMA em Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável para inserir estes dois temas nas diversas APAS, ARIES e RPPNS de todo o Brasil através da elaboração de manuais técnicos e capacitação de agentes gestores ambientais. Concorri a uma licitação pública onde obtive as notas 10, 10 e 9,5 relacionadas a domínio do assunto, conteúdo e clareza do programa proposto

      - Contratado como consultor da Fundação Ecológica do Município de Piripiri - Estado do Piauí, onde monitorei a realização de um Workshop de Qualidade Total para a elaboração de um projeto de ocupação sustentável e viável de um Parque Natural e Municipal chamado Cachoeira da Conceição. Obtive nota 10 como monitor, clareza, conteúdo, 9.5 como objetivos e 9.3. como nota final do workshop

      - Contratado para elaborar um programa de Desenvolvimento Sustentável para a prefeitura da Cidade de Alto Paraíso - GO, que possua a integração entre a reciclagem e produção de lotes de produtos recicláveis, mudas frutíferas, húmus, com a introdução de métodos de manejo permaculturais do paisagismo e arborização pública da cidade. Este projeto está sendo solicitado para ser apoiado e discutido participativamente pelas principais ONGs da cidade

      - Consultor do Conselho Nacional das Populações Tradicionais da Amazônia - CNPT - IBAMA onde organizei e elaborei a proposta inicial de desenvolvimento de um projeto nacional e internacional de comercialização de produtos agroflorestais não-madeireiros da Reserva Extrativista Chico Mendes - Estado do Acre - Amazônia Brasileira. Programa BRA 092/043/PPG 7/PNUD. Integramos desta forma mais de 150 associações pequenas comunitárias, apresentando diversas alternativas coerentes de comercialização e ampliação de mercados regionais e internacionais para a realidade amazônica local

      - Fui consultor do PDA/MMA onde elaborei pareceres técnicos de diversos projetos sócio-ambientais que foram enviados por organizações da Amazônia e da mata-atlântica brasileira. Ano de 1998 e 1999

      - Fui contratado pela Empresa Terra Preservada Ltda, onde elaborei importante programa de exportação de alimentos orgânicos para o governo da Suíça, favorecendo as populações tradicionais do litoral do Paraná. Período: Setembro de 1999 – Setembro de 2.000

      - Sou o atual presidente da ong “Instituto Anima de Cultura e Desenvolvimento Sustentável” , que busca manter um site e jornal on line na internet interligando centenas de ongs e principais listas de discussão de todo o país, ainda damos apoio em um uma importante atividade de comércio e exportação de alimentos coloniais e orgânicos, e artesanato indígena para outros países sobretudo da Europa

      - Concorri a uma seleção entre 40 candidatos entre doutores e mestres, onde fui contemplado em 1º. Lugar, para ser assessor de “política e formação sindical” da Federação dos Trabalhadores Rurais na Agricultura – FETAESC, que coordena mais de 235 sindicatos rurais de todo o estado de SC. Ampliei diversos novos projetos, sobretudo em Agroecologia e Permacultura. Período de Outubro de 2004 a Fevereiro de 2005

      - Elaborei um DVD do Instituto Anima que possui mais de 2.500 arquivos técnicos e um acervo de 1000 fotos de grande utilidade. Suas pastas correspondem a agricultura biodinâmica, agroecologia, comercio justo, comunicação com rol de e-mails de 40.000 clientes, educação ambiental, ecojornais, naturologia, projetos e programas sociais, redes de economia solidária, feiras de troca, mística, espiritualidade, política e cidadania, programa arte da floresta de artesanato, entre outros.

      - Desenvolvo o programa Arte da Floresta, que visa comercializar produtos oriundos de comunidades indígenas e quilombolas. Também nas horas vagas dedico-me a confecção de biojóias artesanais, demonstrando a importância do incentivo a uma economia sustentável e solidária com os povos mais excluídos.

      - Capacitei 60 técnicos da EPAGRI que atuam na coordenação da Educação Ambiental do Programa Microbacias II, em Educação, Ética e Sustentabilidade em Março de 2006.

      - Obtive o 8º. Lugar no concurso público da Epagri - SC onde atuei entre Jun a Outubro de 2007, como extensionista rural na região de Campos Novos e Jupiá em SC.


      Att


      Mauro Kassow Schorr (Orua)* e Maristela Regina Ogliari Schorr**


      * Engenheiro Agrônomo, terapeuta Integral & naturista, escritor, ecoprodutor de alimentos e de sementes sem agrotóxicos


      ** Bióloga, produtora de alimentos integrais e viveirista


      Instituto Anima de Desenvolvimento e Cultura Sustentável
      Rua Erica Olsen da Veiga 29 - Sitio Vida Nova e Espaço Terapêutico Pulsar 

      Enseada do Brito - Palhoça - SC - Brasil - CEP 88.138 - 823
      Prêmio Fritz Müller 2009 - Fatma - Governo do Estado de SC
      Fones (55)- (48) - 3242 4019- Oi : 98442 7424 - Tim: 99970 1724 Whats - Vivo: (49) 99103 0897
      Sites: 
      www.institutoanima.org (Em reforma)

      Facebook: Home Page e Ecoloja: Institutoanimasc:

      https://www.facebook.com/InstitutoAnimaSC/?pnref=lhc

      Ecoloja na Web: http://institutoanima.org/lojaianima/ - (Frete por conta do cliente)

      CNPJ: 19148819/0001-29 & Inscrição Estadual: 25731682-5

      CPF: 59290986972
      Blogger de Reflexão: 
      http://culturadecristal.blogspot.com/
      Facebook :
       https://www.facebook.com/Mauro.Schorr.Orua
      Entre em Nossa Rede Social: "Instituto Anima Teia da Vida": Copie e cole no navegador...
      http://br.groups.yahoo.com/group/institutoanimateiadavida/
      Vídeos: Parte I e outros do Sitio do Anima: 
      http://www.youtube.com/v/iTrUPs6dEfw&hl=pt_PT&fs=1&
      Tenha o DVD Completo do Instituto Anima:
      https://www.facebook.com/media/set/…

      “Unidade na Diversidade para uma Vida Melhor para todos”


      Livre de vírus. www.avast.com.