Carregando ...
Desculpe, ocorreu um erro ao carregar o conteúdo.

[hermetismo] Maçonaria

Expandir mensagens
  • Décio Maia da Costa
    segue pequeno texto que encontrei na internet. Abraços Décio A Franco - Maçonaria Tradicionalmente, a Maçonaria surgiu com as civilizações, e esteve
    Mensagem 1 de 4 , 4 de jul 21h06min
    • 0 Anexo

      segue pequeno texto que encontrei na internet.

      Abraços
      Décio

      A Franco - Maçonaria

       

      Tradicionalmente, a Maçonaria surgiu com as civilizações, e esteve presente na formação de quase todas elas, para instruir os homens nos princípios da construção social, construindo mentes sábias e personalidades fraternais.

      Tais princípios nos foram legados por nossos ilustres antepassados, homens nobres e dignos, e constituem um grande acervo de sabedoria, acumulado e guardado ao longo dos séculos pelos iniciados na Arte Real.

      Existem várias versões sobre a origem e a história da Maçonaria, a maioria dos pesquisadores tem apresentado respostas diferentes para a questão: Qual a origem da maçonaria? Fato muitas vezes causador de perplexidade, até para os maçons mais antigos, considerando-se a estrutura e a organização da Ordem, perpetuada há vários séculos.

      Alguns autores afirmam, baseados na tradição, que foi o Rei Salomão que criou uma Fraternidade Secreta que deu origem à Franco-Maçonaria; ou que a origem mais profunda e verdadeira de nossa Ordem, está na Grande Loja Branca.

      Outros, baseados na história, asseguram que a maçonaria é a continuação da Ordem do Templo, destruída com o suplício do último Grão-Mestre da Ordem, Jacques DeMolay; em 1314; ou acreditam que a moderna Maçonaria é um desenvolvimento natural das Confrarias de Construtores Medievais, corporações de pedreiros responsáveis pelas construções dos palácios e das catedrais.
      Documentos antigos, guardados em Londres, possibilitam estabelecer a história cronológica da Ordem, determinando a transição da Maçonaria operativa (construtores) em especulativa (maçons aceitos), em 1717, com a criação da Grande Loja da Inglaterra.

      Devido à sua antigüidade, a Maçonaria preserva até hoje, o grande saber universal e é sua missão transmiti-lo a homens dignos. Ela conclama seus adeptos a exercitarem-se na prática da solidariedade humana e a cumprirem os seus deveres para com Deus, a Pátria, a Humanidade, a Família, o Próximo e para Consigo. Fiel às regras preservadas do passado, o estudo maçônico é transmitido sob a forma de graus, sendo cada grau concedido num inspirado Ritual Iniciático, que remonta as antigas Escolas Iniciáticas de Sabedoria.
      Passar por essas cerimônias iniciáticas é um privilégio dos maçons, que em virtude dos benefícios que proporcionam ao seu Ser Interior, desenvolvem os aspectos mais profundos da personalidade humana, levando-os a percepções mais abrangentes do macro e do microcosmos e, conseqüentemente, a um nível maior de crescimento interior e de realizações pessoais.

      Homens ilustres têm sentido imperiosa necessidade de uma vida significativa e dedicaram-se a séria reflexão sobre o significado da vida e a razão pela qual o homem está aqui, neste plano de existência. Por este motivo, sentiram-se atraídos pelos ideais da Organização Maçônica, e pelo privilégio de serem Iniciados em seus augustos mistérios.

      Personalidades internacionais, tais como: Simon Bolívar, Francisco de Miranda, Franklin Delano Roosevelt, Louis Pasteur, Winston Churchil, San Martin, Robespierre, George Washington, etc. No Brasil a influência da Maçonaria é incalculável pois praticamente todos os grandes libertadores, estadistas, presidentes e líderes são oriundos de seus quadros, homens como: José Bonifácio, Diojo Feijó, Gonçalves Ledo, Carlos Gomes, Joaquim Nabuco, Rui Barbosa, Quintino Bocaiúva, Duque de Caxias, Hipólito da Costa, General Osório, Lauro Sodre, Henrique Valadares, Marechal Mascaranhas de Morais, Marques do Herval, Barão do Cayrú, entre outros, além dos Presidentes: Deodoro da Fonseca, Floriano Peixoto, Prudente de Moraes, Campos Sales, Nilo Peçanha, Hermes da Fonseca, Wenceslau Brás, Washington Luiz, Café Filho e Jânio Quadros.

      Acreditamos que o homem está no mundo cumprindo uma sublime missão. Uma nova humanidade irá emergir no cenário mundial e a educação que receber influenciará no seu comportamento e na sua forma de vida. A Maçonaria, como instrumento de transformação do homem, auxiliará na consecução de um plano para uma existência mais rica em significado e de utilidade para a sociedade. Daí nossa preocupação em instruir em nossos princípios universais homens ilustres da sociedade contemporânea, livres e de bons costumes, capazes de executar este plano de construção de uma sociedade Justa e Perfeita, em que a Liberdade a Igualdade e Fraternidade sejam os princípios cardeais de suas relações.   

      ----- Original Message -----
      Sent: Friday, July 04, 2003 10:58 AM
      Subject: Re: [hermetismo] Maçonaria

      Caro Carlos Fernando Knauer, nao ignore o chamado do Arquiteto.
      Creio que tenhas sido realmente maçom. Já tentou fazer regressão alguma vez? Te aconselho a rpocurar a maçonaria e iniciar logo teus estudos. Para teres idéia a Revoluçao Francesa, o Iluminismo e a Independencia do Brasil foram organizadas praticamente por maçons e grandes nomes de nossa história e da historia mundial tb o foram.
      A maçonaria é mais uma filosofia do que uma religião.
      Não sei te dar muitos detalhes pois sou mulher e a maçonaria verdadeira nao admite mulheres por questao de tradiçao mística, mas sei os verdadeiros motivos. Eu nem poderia tb te dar maiores detalhes sobre a maçonaria pois é contra as regras da mesma fazê-lo.
      Posso te adiantar que é uma filosofia iniciática que nasceu no antigo egipto e foi depois chamada de Ordem dos Templários, vc já deve ter ouvido falar sobre isso, né?
    • Mestre Ubajara
      Lista, Aos interessados, aconselho acessarem estes links: HYPERLINK http://www.samauma.com.br http://www.samauma.com.br HYPERLINK
      Mensagem 2 de 4 , 6 de jul 20h27min
      • 0 Anexo
        Mensagem
        Lista,
         
        Aos interessados, aconselho acessarem estes links:
         
         
        Abraços,

        Ricardo

        ---
        Outgoing mail is certified Virus Free.VISITE: www.vozesdearuanda.com.br www.vozesdearuanda.cjb.net
        Checked by AVG anti-virus system (http://www.grisoft.com).
        Version: 6.0.497 / Virus Database: 296 - Release Date: 4/7/2003

      • carlos alberto Baltazar
        O que é a Maçonaria? — A Maçonaria é uma instituição essencialmente filosófica, filantrópica, educativa e progressista. Por que é Filosófica? —
        Mensagem 3 de 4 , 7 de jul 00h07min
        • 0 Anexo
          O que é a Maçonaria?
          — A Maçonaria é uma instituição essencialmente
          filosófica, filantrópica, educativa e progressista.

          Por que é Filosófica?
          — É filosófica porque em seus atos e cerimônias trata
          da essência, propriedades e efeitos das causas
          naturais. Investiga as leis da natureza e relaciona as
          primeiras bases da moral e da ética pura.

          Por que é Filantrópica?
          — É filantrópica porque não está constituída para
          obter lucro pessoal de nenhuma classe; pelo contrário,
          suas arrecadações e seus recursos se destinam ao
          bem-estar do gênero humano, sem distinção de
          nacionalidade, sexo, religião ou raça.
          Procura conseguir a felicidade dos homens por meio da
          elevação espiritual e pela tranqüilidade da
          consciência.

          Por que é Progressista?
          — É progressista porque, partindo do princípio da
          imortalidade e da crença em um princípio criador
          regular e infinito, não se aferra a dogmas, prevenções
          ou superstições. E não põe nenhum obstáculo ao esforço
          dos seres humanos na busca da verdade, nem reconhece
          outro limite nessa busca senão a da razão com base na
          ciência.

          Quais são os seus princípios?
          — A liberdade dos indivíduos e dos grupos humanos,
          sejam eles instituições, raças, nações; a igualdade de
          direitos e obrigações dos seres e grupos sem
          distinguir a religião, raça ou nacionalidade; a
          fraternidade de todos os homens, já que somos todos
          filhos do mesmo Criador, portanto, humanos e
          seguidores da fraternidade entre todas as nações.

          Qual é o seu lema?
          — Ciência — Justiça — Trabalho.
          Ciência, para esclarecer os espíritos e elevá-los;
          Justiça, para equilibrar e enaltecer as relações
          humanas; Trabalho, por meio do qual os homens se
          dignificam e se tornam independentes economicamente.
          Em uma palavra, a Maçonaria trabalha para o
          melhoramento intelectual, moral e social da
          humanidade.

          Qual é o seu objetivo?
          — Seu objetivo é a investigação da verdade, o exame da
          moral e a prática das virtudes.

          O que entende a Maçonaria por moral?
          — Moral é para a Maçonaria uma ciência com base no
          entendimento humano. É a lei natural e universal que
          rege todos os seres racionais e livres. É a
          demonstração científica da consciência. E essa
          maravilhosa ciência nos ensina nossos deveres e a
          razão do uso dos nossos direitos. Ao penetrar a moral
          no mais profundo de nossa alma sentimos o triunfo da
          verdade e da justiça.

          O que entende a Maçonaria por virtude?
          — A Maçonaria entende que virtude é a força de fazer o
          bem em seu mais amplo sentido; é o cumprimento de
          nossos deveres para com a sociedade e para com a nossa
          família, sem interesse pessoal. Em resumo: a virtude
          não retrocede nem ante o sacrifício e nem mesmo ante a
          morte, quando se trata do cumprimento do dever.

          O que entende a Maçonaria por dever?
          — A Maçonaria entende por dever o respeito e os
          direitos dos indivíduos e da sociedade. Porém não
          basta respeitar a propriedade apenas, mas também
          devemos proteger e servir aos nossos semelhantes. A
          Maçonaria resume o dever do homem assim: "Respeito a
          Deus, amor ao próximo e dedicação à família". Em
          verdade, essa é a maior síntese da fraternidade
          universal.

          A Maçonaria é religiosa?
          — Sim, é religiosa porque reconhece a existência de um
          único princípio criador, regulador, absoluto, supremo
          e infinito ao qual se dá o nome de GRANDE ARQUITETO DO
          UNIVERSO, porque é uma entidade espiritualista em
          contraposição ao predomínio do materialismo. Estes
          fatores que são essenciais e indispensáveis para a
          interpretação verdadeiramente religiosa e lógica do
          Universo, formam a base de sustentação e as grandes
          diretrizes de toda ideologia e atividade maçônicas.

          A Maçonaria é uma religião?
          — Não. A Maçonaria não é uma religião. É uma sociedade
          que tem por objetivo unir os homens entre si. União
          recíproca, no sentido mais amplo e elevado do termo.
          E nesse seu esforço de união dos homens, admite em seu
          seio pessoas de todos os credos religiosos, sem
          nenhuma distinção.

          Para ser Maçom é necessário renunciar à religião à
          qual se pertence?
          — Não, porque a Maçonaria está aberta a homens de
          qualquer religião, desde que acreditem em um só
          Criador, o Grande Arquiteto do Universo, que é Deus.
          Geralmente existe essa crença entre os católicos, mas,
          ilustres prelados têm pertencido à Ordem Maçônica;
          entre outros, o Cura Hidalgo, Paladino da Liberdade
          Mexicana; o Padre Calvo, fundador da Maçonaria na
          América Central; o Arcebispo da Venezuela, Don Rodrigo
          Ignácio Mendez; Padre Diogo Antônio Feijó; Cônego Luiz
          Vieira, José da Silva de Oliveira Rolin, da
          Inconfidência Mineira, Frei Miguelino, Frei Caneca e
          muitos outros.

          Quais outros homens ilustres foram Maçons?
          — Filósofos como Voltaire, Goethe e Lessing; músicos
          como Beethoven, Haydn e Mozart; militares como
          Frederico o Grande, Napoleão e Garibaldi; poetas como
          Byron, Lamartine e Hugo; escritores como Castellar,
          Mazzini e Espling.

          Somente na Europa houve Maçons ilustres?
          — Não. Também na América encontramos muitos deles. Os
          libertadores da América foram todos Maçons. Washington
          nos Estados Unidos; Miranda, o Padre da Liberdade
          sul-americana; San Martin e O’ Higgins, na Argentina;
          Bolivar, no Norte da América do Sul; Marti, em Cuba;
          Benito Juarez, no México e o Imperador D. Pedro I, no
          Brasil.

          Quais os nomes de destaque no Brasil que foram Maçons?
          — D. Pedro I, José Bonifácio, Gonçalves Ledo, Luís
          Alves de Lima e Silva (Duque de Caxias), Deodoro da
          Fonseca, Floriano Peixoto, Prudente de Morais, Campos
          Salles, Rodrigues Alves, Nilo Peçanha, Hermes da
          Fonseca, Wenceslau Braz, Washington Luiz, Rui Barbosa
          e muitos outros.

          A Maçonaria é tolerante?
          — A Maçonaria é eminentemente tolerante e exige de
          seus membros a mais ampla tolerância. Respeita as
          opiniões políticas e crenças religiosas de todos os
          homens, reconhecendo que todas as religiões e ideais
          políticos são igualmente respeitáveis e rechaça toda
          pretensão de outorgar situações de privilégio a
          qualquer uma delas em particular.

          O que a Maçonaria combate?
          — A ignorância, a superstição, o fanatismo. O orgulho,
          a intemperança, o vício, a discórdia, a dominação e os
          privilégios.

          A Maçonaria é uma sociedade secreta?
          — Não, pela simples razão de que sua existência é
          amplamente conhecida. As autoridades de vários países
          lhe concedem personalidade jurídica. Seus fins são
          amplamente difundidos em dicionários, enciclopédias,
          livros de história, etc. O único segredo que existe e
          não se conhece senão por meio do ingresso na
          instituição, são os meios para se reconhecer os maçons
          entre si, em qualquer parte do mundo e o modo de
          interpretar seus símbolos e os ensinamentos neles
          contidos.

          Quais os principais feitos históricos da Maçonaria no
          Brasil?
          — A Independência, a Abolição e a República. Isto para
          citar somente os três maiores feitos da nossa
          história, em que os Maçons tomaram parte ativa.

          Quais as condições individuais indispensáveis para
          poder pertencer à Maçonaria?
          — Crer na existência de um princípio Criador; ser
          homem livre e de bons costumes; ser consciente de seus
          deveres para com a Pátria, seus semelhantes e consigo
          mesmo; ter uma profissão ou ofício lícito e honrado,
          que lhe permita prover as suas necessidades pessoais e
          de sua família e a sustentação das obras da
          Instituição.

          O que se exige do Maçom?
          — Em princípio, tudo aquilo que se exige ao ingresso
          em qualquer outra instituição: respeito aos seus
          estatutos, regulamentos e acatamento às resoluções da
          maioria, tomadas de acordo com os princípios que as
          regem; amor à Pátria; respeito aos governos legalmente
          constituídos; acatamento às leis do país em que viva,
          etc. E, em partiular: a guarda do sigilo dos rituais
          maçônicos: conduta correta e digna dentro e fora da
          Maçonaria; a dedicação de parte do seu tempo para
          assistir às reuniões maçônicas: à prática da moral, da
          igualdade e da solidariedade humanas e da justiça em
          toda a sua plenitude.
          Ademais, são proídas terminantemente, dentro da
          Instituição, as discussões políticas e religiosas,
          porque prefere uma ampla base de entendimento entre os
          homens, a fim de evitar que sejam divididos por
          pequenas questões da vida civil.

          O que é um Templo Maçônico?
          — É um lugar onde se reúnem os Maçons, periodicamente,
          para praticar as cerimônias ritualísticas que lhes são
          permitidas, em um ambiente fraternal e propício para
          concentrar a sua atenção e esforços para melhorar seu
          caráter, sua vida espiritual e desenvolver seu
          sentimento de responsabilidade, fazendo-lhes meditar
          tranqüilamente sobre a missão do homem na vida,
          recordando-lhes constantemente os valores eternos cujo
          cultivo lhes possibilitará acercar-se da verdade.

          O que se obtém sendo Maçom?
          — A possibilidade de aperfeiçoar-se, de instruir-se,
          de disciplinar-se, de conviver com pessoas que, por
          suas palavras, por suas obras, podem constituir-se em
          exemplos; encontrar afetos fraternais em qualquer
          lugar em que se esteja, dentro ou fora do país.
          Finalmente, a enorme satisfação de haver contribuído,
          mesmo em pequena parcela, para a obra moral e
          grandiosa levada a efeito pelos homens. A Maçonaria
          não considera possível o progresso senão à base do
          respeito à personalidade, à justiça social e a mais
          estreita solidariedade entre os homens. Ostenta o seu
          lema "Liberdade, Igualdade e Fraternidade" com a
          abstenção das bandeiras políticas e religiosas. O
          segredo maçônico, que de má-fé e caluniosamente tem se
          servido os seus inimigos para fazê-la suspeita entre
          os espíritos cândidos ou em decadência, não é um dogma
          senão um procedimento, uma garantia, uma defesa
          necessária e legítima, porém como inevitavelmente tem
          sucedido com todo direito e seu dever correlativo. o
          preceito das reservas maçônicas já tem experimentado
          sua evolução nos tempos e segundo os países. A
          Maçonaria não tem preconceito de poderes, e nem admite
          em seu seio, pessoas que não tenham um mínimo de
          cultura que lhes permitam praticar os seus sentimentos
          e tenham uma profissão ou renda com que possam atender
          às necessidades dos seus familiares, fazer face às
          despesas da sociedade e socorros aos necessitados.



          _______________________________________________________________________
          Yahoo! Mail
          O melhor e-mail gratuito da internet: 6MB de espaço, antivírus, acesso POP3, filtro contra spam.
          http://br.mail.yahoo.com/
        • Lohengrin
          SIEG HEIL, Carlos Alberto e auspiciosa lista: Comento esta mensagem (em seus tópicos) por discordar da Maçonaria, pois considero-a (entre outras coisas)
          Mensagem 4 de 4 , 7 de jul 21h25min
          • 0 Anexo
               SIEG HEIL, Carlos Alberto e auspiciosa lista:
             
                 Comento esta mensagem (em seus tópicos) por discordar da Maçonaria, pois considero-a (entre outras coisas) fruto de corrupção...  
                

            carlos alberto Baltazar <cabaltazar1@...> wrote:

            O que é a Maçonaria?
            — A Maçonaria é uma instituição essencialmente
            filosófica, filantrópica, educativa e progressista.

            COMENTÁRIO: Filosofia parece ser a meta da Maçonaria nos dias atuais, pois o misticismo e o simbolismo de seus Ritos estão perdidos há muito. Filantrópica? Seria para desviar o assunto da corrupção reinante em seu interior? A Maçonaria serve como favorecedora de meios para seus membros. Isto é: se um maçom enfrentar problemas com a Polícia, o juiz muito provavelmente será um maçom de seu próprio Rito, o que irá beneficiá-lo (pois se ajudam mutualmente). Educativa? Em que sentido? O que nós aprendemos com a Maçonaria? Seu oportunismo fisiológico? Suas mentiras? Suas conspirações? Progressista? Não, muito obrigado, pois sou Conservador... 


            Por que é Filosófica?
            — É filosófica porque em seus atos e cerimônias trata
            da essência, propriedades e efeitos das causas
            naturais. Investiga as leis da natureza e relaciona as
            primeiras bases da moral e da ética pura.

            COMENTÁRIO: Tudo balela. A Maçonaria tornou-se mero ponto de encontro de velhotes em busca de vantagens pessoais e financeiras, nada mais. Aonde está a ÉTICA nisso?


            Por que é Filantrópica?
            — É filantrópica porque não está constituída para
            obter lucro pessoal de nenhuma classe; pelo contrário,
            suas arrecadações e seus recursos se destinam ao
            bem-estar do gênero humano, sem distinção de
            nacionalidade, sexo, religião ou raça.
            Procura conseguir a felicidade dos homens por meio da
            elevação espiritual e pela tranqüilidade da
            consciência.

            COMENTÁRIO: Filantropia não existe, apenas da boca para fora. Para a Maçonaria importa o lucro fácil e o beneficiamento de seus objetivos políticos. Se são tão bonzinhos assim, pq cobram tanto para iniciar alguém? Pq apenas no Brasil é necessário o convite para se iniciar? Outra: pq no Rito Inglês, segundo as Landmarks, é proibida a entrada do homem não-livre (incluindo-se, obviamente, negros)? Tu representas o Rito Escocês ou outro "não-regular"? 


            Por que é Progressista?
            — É progressista porque, partindo do princípio da
            imortalidade e da crença em um princípio criador
            regular e infinito, não se aferra a dogmas, prevenções
            ou superstições. E não põe nenhum obstáculo ao esforço
            dos seres humanos na busca da verdade, nem reconhece
            outro limite nessa busca senão a da razão com base na
            ciência.

            COMENTÁRIO: Mais balela. Sou Conservador por natureza e não concordo com a tese progressista, pois a tese do "homem liberto" criou a sociedade apodrecida que vemos hoje em dia... 


            Quais são os seus princípios?
            — A liberdade dos indivíduos e dos grupos humanos,
            sejam eles instituições, raças, nações; a igualdade de
            direitos e obrigações dos seres e grupos sem
            distinguir a religião, raça ou nacionalidade; a
            fraternidade de todos os homens, já que somos todos
            filhos do mesmo Criador, portanto, humanos e
            seguidores da fraternidade entre todas as nações.

            COMENTÁRIO: Vocês são uns mentirosos, isso sim...

            Qual é o seu lema?
            — Ciência — Justiça — Trabalho.
            Ciência, para esclarecer os espíritos e elevá-los;
            Justiça, para equilibrar e enaltecer as relações
            humanas; Trabalho, por meio do qual os homens se
            dignificam e se tornam independentes economicamente.
            Em uma palavra, a Maçonaria trabalha para o
            melhoramento intelectual, moral e social da
            humanidade.

            COMENTÁRIO: O que fizeram no Brasil durante todo o tempo, então? Arquitetando conspirações contra governos constituídos? Implantando o corrupto e judaico modelo de liberalismo para o mundo? Golpearam D. Pedro II na surdina, já que o mesmo era um mebro grau 33 de sua Ordem. Aliás, essa facilitação para os brasileiros mais distintos tem um só objetivo: a conquista de benefícios. 


            Qual é o seu objetivo?
            — Seu objetivo é a investigação da verdade, o exame da
            moral e a prática das virtudes.

            COMENTÁRIO: Mentira ao triplo. A mentira, o exame da corrupção e a prática do roubo é que os move, isso sim... Quem tiver ouvidos de ouvir, que ouça.


            O que entende a Maçonaria por moral?
            — Moral é para a Maçonaria uma ciência com base no
            entendimento humano. É a lei natural e universal que
            rege todos os seres racionais e livres. É a
            demonstração científica da consciência. E essa
            maravilhosa ciência nos ensina nossos deveres e a
            razão do uso dos nossos direitos. Ao penetrar a moral
            no mais profundo de nossa alma sentimos o triunfo da
            verdade e da justiça.

            COMENTÁRIO: Tua acreditas mesmo em uma Lei Moral Universal? Se aportar um OVNI em seu quintal amanhã, irás receber seus ocupantes em sua casa como amigos regidos por uma Moral? Tomes cuidado para não te tornares mais rato de laboratório que já és...


            A Maçonaria é religiosa?
            — Sim, é religiosa porque reconhece a existência de um
            único princípio criador, regulador, absoluto, supremo
            e infinito ao qual se dá o nome de GRANDE ARQUITETO DO
            UNIVERSO, porque é uma entidade espiritualista em
            contraposição ao predomínio do materialismo. Estes
            fatores que são essenciais e indispensáveis para a
            interpretação verdadeiramente religiosa e lógica do
            Universo, formam a base de sustentação e as grandes
            diretrizes de toda ideologia e atividade maçônicas.

            COMENTÁRIO: Se te consideras tão espiritualista, pq todos os maçons necessitam ter uma renda acima da média nacional? O espiritualismo de seua "religião" é tão exdrúxulo quanto o do judaico-cristianismo e de todas as outras religiosidades monoteístas, que limitam o homem em sua busca pela VERDADE. 

            Quais os nomes de destaque no Brasil que foram Maçons?
            — D. Pedro I, José Bonifácio, Gonçalves Ledo, Luís
            Alves de Lima e Silva (Duque de Caxias), Deodoro da
            Fonseca, Floriano Peixoto, Prudente de Morais, Campos
            Salles, Rodrigues Alves, Nilo Peçanha, Hermes da
            Fonseca, Wenceslau Braz, Washington Luiz, Rui Barbosa
            e muitos outros.

            COMENTÁRIO: Floriano Peixoto e Prudete de Morais foram dois oportunistas (estudo seus períodos históricos e sei o que digo). Couberam como uma luva na Maçonaria...

            O que a Maçonaria combate?
            — A ignorância, a superstição, o fanatismo. O orgulho,
            a intemperança, o vício, a discórdia, a dominação e os
            privilégios.

            COMENTÁRIO: A dominação e os privilégios eu duvido que vcs combatam. Ou, pq será que os juristas (em 99% maçons) não querem perder seus privilégios previdenciários em nome de um bem maior: o Brasil? Aliás... Quem fiscaliza o Judiaciário??? Eles mesmos??? É a única esfera do poder independente, não elegível pelo povo. A única que se auto-regulamenta... Tem algo de errado nisso tudo.

            Quais os principais feitos históricos da Maçonaria no
            Brasil?
            — A Independência, a Abolição e a República. Isto para
            citar somente os três maiores feitos da nossa
            história, em que os Maçons tomaram parte ativa.

            COMENTÁRIO: Excetuando a Independência, que nos foi benéfica (mas não exclusiva da maçonaria), a Abolição e a República foram dois golpes contra o Estado brasileiro, pois foram pessimamente arquitetados e apenas beneficiaram aos oportunistas...

            O que se obtém sendo Maçom?
            — A possibilidade de aperfeiçoar-se, de instruir-se,
            de disciplinar-se, de conviver com pessoas que, por
            suas palavras, por suas obras, podem constituir-se em
            exemplos; encontrar afetos fraternais em qualquer
            lugar em que se esteja, dentro ou fora do país.
            Finalmente, a enorme satisfação de haver contribuído,
            mesmo em pequena parcela, para a obra moral e
            grandiosa levada a efeito pelos homens. A Maçonaria
            não considera possível o progresso senão à base do
            respeito à personalidade, à justiça social e a mais
            estreita solidariedade entre os homens. Ostenta o seu
            lema "Liberdade, Igualdade e Fraternidade" com a
            abstenção das bandeiras políticas e religiosas. O
            segredo maçônico, que de má-fé e caluniosamente tem se
            servido os seus inimigos para fazê-la suspeita entre
            os espíritos cândidos ou em decadência, não é um dogma
            senão um procedimento, uma garantia, uma defesa
            necessária e legítima, porém como inevitavelmente tem
            sucedido com todo direito e seu dever correlativo. o
            preceito das reservas maçônicas já tem experimentado
            sua evolução nos tempos e segundo os países. A
            Maçonaria não tem preconceito de poderes, e nem admite
            em seu seio, pessoas que não tenham um mínimo de
            cultura que lhes permitam praticar os seus sentimentos
            e tenham uma profissão ou renda com que possam atender
            às necessidades dos seus familiares, fazer face às
            despesas da sociedade e socorros aos necessitados.


            COMENTÁRIO: A venda da Alma... Não assinem nada!!! 

               Sem mais, fico ao som do BURZUM.

                 Lohengrin.



            Yahoo! Mail
            Mais espaço, mais segurança e gratuito: caixa postal de 6MB, antivírus, proteção contra spam.

          Sua mensagem foi enviada com êxito e será entregue aos destinatários em breve.