Carregando ...
Desculpe, ocorreu um erro ao carregar o conteúdo.
 

Reforma Legal

Expandir mensagens
  • S.M.R&I. D. Marcelo, El-Rei de Portugal
    Portugueses e Portuguesas, Estou tendente a revogar todo o ordenamento jurídico existente em Portugal e Algarves, uma espécie de Recall Legal. Para que? Para
    Mensagem 1 de 4 , 10 de nov de 2017
      Portugueses e Portuguesas,


      Estou tendente a revogar todo o ordenamento jurídico existente em Portugal e Algarves, uma espécie de Recall Legal. Para que? Para justamente repristinar (isso é tornar vigente novamente) as velhas normas que durante anos serviram bem à nossa nação, para outras leis, codifica-las em um diploma só.

      Cito Exemplo:

      As leis econômicas de D. Jorge, unificar em um "Código da Economia Portuguesa".

      O velho código civil, tornar novamente vigente. 


      E assim vai.

      Hoje não sabemos ao certo qual é o diploma correto, por isso gostaria de saber se os senhores tem interesse.

      Pax et bonum,


      D. MARCELO

      Pela Graça de Deus, Imperador Lusitano, Rei do Reino Unido de Portugal & Algarves, Rei do Brasil, da Espanha, Galiza e Marrocos, d'Aquém e d'Além-Mar em África, Senhor da Guiné e da Conquista, Navegação e Comércio da Etiópia, Arábia, Pérsia e Índia, Duque de Marques Lisboa, Conde de Macau, Conde de Piratininga, Protetor de Vera Cruz, de Piratininga, etc.

      cid:b1d87e9d-461c-4f30-982d-4ef03859c0ad                                           brasão_4ordens


    • Jorge Quinta-Nova
      Majestade Tenho uma exaustiva coleção de legislação portuguesa, histórica e em vigor, entre o meu escritório e os arquivos do Instituo Histórico e
      Mensagem 2 de 4 , 12 de nov de 2017
        Majestade

        Tenho uma exaustiva coleção de legislação portuguesa, histórica e em vigor, entre o meu escritório e os arquivos do Instituo Histórico e Geográfico. Estou ao inteiro dispor no pouco tempo que tenho, para coligir e apresentar.
        Para além da Economia e do Código Civil, que outras coleções faríamos? Reais Forças Armadas, decerto; a Chancelaria (MNE), também ...

        Conforme já disse, enquanto ministro do reino, advogo uma tolerância bastante alta e a maior simplificação possível de procedimentos.  
        Uma empresa, ou associações, por exemplo, poderia funcionar apenas com a menção da sua criação , ainda que demore o Alvará do governo. Algo que funcione não requer autorização, pelo menos nesta fase da nossa vida coletiva.

        Eu peço desculpa de não botar mais conversadura (ou trabalhar nos mapas, que é o me mais frustra, mas ando a fazer turnos granditos no bules (trabalho) e, com isso, os fins de semana tornam-se mais valiosos e breves.

        RUPA é mais que um acrónimo, é um estado de espírito, eheh

        Jorge, etc.



        No dia 11 de novembro de 2017 às 00:24, 'S.M.R&I. D. Marcelo, El-Rei de Portugal ' piratininga.rex@... [expresso_lusitano] <expresso_lusitano@...> escreveu:
         

        Portugueses e Portuguesas,


        Estou tendente a revogar todo o ordenamento jurídico existente em Portugal e Algarves, uma espécie de Recall Legal. Para que? Para justamente repristinar (isso é tornar vigente novamente) as velhas normas que durante anos serviram bem à nossa nação, para outras leis, codifica-las em um diploma só.

        Cito Exemplo:

        As leis econômicas de D. Jorge, unificar em um "Código da Economia Portuguesa".

        O velho código civil, tornar novamente vigente. 


        E assim vai.

        Hoje não sabemos ao certo qual é o diploma correto, por isso gostaria de saber se os senhores tem interesse.

        Pax et bonum,


        D. MARCELO

        Pela Graça de Deus, Imperador Lusitano, Rei do Reino Unido de Portugal & Algarves, Rei do Brasil, da Espanha, Galiza e Marrocos, d'Aquém e d'Além-Mar em África, Senhor da Guiné e da Conquista, Navegação e Comércio da Etiópia, Arábia, Pérsia e Índia, Duque de Marques Lisboa, Conde de Macau, Conde de Piratininga, Protetor de Vera Cruz, de Piratininga, etc.

        cid:b1d87e9d-461c-4f30-982d-4ef03859c0ad                                           brasão_4ordens



      • S.M.R&I. D. Marcelo, El-Rei de Portugal
        D. Jorge, Advogamos então pela mesma tese: Simplificação. Simplificar para melhorar. Podemos começar então pelas legislações básicas: Lei Civil, Lei
        Mensagem 3 de 4 , 12 de nov de 2017
          D. Jorge,


          Advogamos então pela mesma tese: Simplificação. Simplificar para melhorar. 

          Podemos começar então pelas legislações básicas: Lei Civil, Lei Penal, Lei Econômica. Depois passariamos para emaranhados mais complexos como  Código de Tratados e Acordos Diplomáticos etc.

          Pax et bonum,


          D. MARCELO

          Pela Graça de Deus, Imperador Lusitano, Rei do Reino Unido de Portugal & Algarves, Rei do Brasil, da Espanha, Galiza e Marrocos, d'Aquém e d'Além-Mar em África, Senhor da Guiné e da Conquista, Navegação e Comércio da Etiópia, Arábia, Pérsia e Índia, Duque de Marques Lisboa, Conde de Macau, Conde de Piratininga, Protetor de Vera Cruz, de Piratininga, etc.

          cid:b1d87e9d-461c-4f30-982d-4ef03859c0ad                                           brasão_4ordens



          Em 12 de novembro de 2017 12:00, Jorge Quinta-Nova filipe5rex@... [expresso_lusitano] <expresso_lusitano@...> escreveu:
           

          Majestade

          Tenho uma exaustiva coleção de legislação portuguesa, histórica e em vigor, entre o meu escritório e os arquivos do Instituo Histórico e Geográfico. Estou ao inteiro dispor no pouco tempo que tenho, para coligir e apresentar.
          Para além da Economia e do Código Civil, que outras coleções faríamos? Reais Forças Armadas, decerto; a Chancelaria (MNE), também ...

          Conforme já disse, enquanto ministro do reino, advogo uma tolerância bastante alta e a maior simplificação possível de procedimentos.  
          Uma empresa, ou associações, por exemplo, poderia funcionar apenas com a menção da sua criação , ainda que demore o Alvará do governo. Algo que funcione não requer autorização, pelo menos nesta fase da nossa vida coletiva.

          Eu peço desculpa de não botar mais conversadura (ou trabalhar nos mapas, que é o me mais frustra, mas ando a fazer turnos granditos no bules (trabalho) e, com isso, os fins de semana tornam-se mais valiosos e breves.

          RUPA é mais que um acrónimo, é um estado de espírito, eheh

          Jorge, etc.



          No dia 11 de novembro de 2017 às 00:24, 'S.M.R&I. D. Marcelo, El-Rei de Portugal ' piratininga.rex@... [expresso_lusitano] <expresso_lusitano@ yahoogrupos.com.br> escreveu:
           

          Portugueses e Portuguesas,


          Estou tendente a revogar todo o ordenamento jurídico existente em Portugal e Algarves, uma espécie de Recall Legal. Para que? Para justamente repristinar (isso é tornar vigente novamente) as velhas normas que durante anos serviram bem à nossa nação, para outras leis, codifica-las em um diploma só.

          Cito Exemplo:

          As leis econômicas de D. Jorge, unificar em um "Código da Economia Portuguesa".

          O velho código civil, tornar novamente vigente. 


          E assim vai.

          Hoje não sabemos ao certo qual é o diploma correto, por isso gostaria de saber se os senhores tem interesse.

          Pax et bonum,


          D. MARCELO

          Pela Graça de Deus, Imperador Lusitano, Rei do Reino Unido de Portugal & Algarves, Rei do Brasil, da Espanha, Galiza e Marrocos, d'Aquém e d'Além-Mar em África, Senhor da Guiné e da Conquista, Navegação e Comércio da Etiópia, Arábia, Pérsia e Índia, Duque de Marques Lisboa, Conde de Macau, Conde de Piratininga, Protetor de Vera Cruz, de Piratininga, etc.

          cid:b1d87e9d-461c-4f30-982d-4ef03859c0ad                                           brasão_4ordens




        • Augusto Junior
          Sugiro que as compilações sejam feitas numa Biblioteca modelo wiki, onde é possível ver alterações e consolidar a legislação. Att, Augusto Júnior Em
          Mensagem 4 de 4 , 13 de nov de 2017
            Sugiro que as compilações sejam feitas numa Biblioteca modelo wiki, onde é possível ver alterações e consolidar a legislação. 

            Att,

            Augusto Júnior

            Em 13 de novembro de 2017 01:30, 'S.M.R&I. D. Marcelo, El-Rei de Portugal ' piratininga.rex@... [expresso_lusitano] <expresso_lusitano@...> escreveu:
             

            D. Jorge,


            Advogamos então pela mesma tese: Simplificação. Simplificar para melhorar. 

            Podemos começar então pelas legislações básicas: Lei Civil, Lei Penal, Lei Econômica. Depois passariamos para emaranhados mais complexos como  Código de Tratados e Acordos Diplomáticos etc.

            Pax et bonum,


            D. MARCELO

            Pela Graça de Deus, Imperador Lusitano, Rei do Reino Unido de Portugal & Algarves, Rei do Brasil, da Espanha, Galiza e Marrocos, d'Aquém e d'Além-Mar em África, Senhor da Guiné e da Conquista, Navegação e Comércio da Etiópia, Arábia, Pérsia e Índia, Duque de Marques Lisboa, Conde de Macau, Conde de Piratininga, Protetor de Vera Cruz, de Piratininga, etc.

            cid:b1d87e9d-461c-4f30-982d-4ef03859c0ad                                           brasão_4ordens



            Em 12 de novembro de 2017 12:00, Jorge Quinta-Nova filipe5rex@... [expresso_lusitano] <expresso_lusitano@ yahoogrupos.com.br> escreveu:
             

            Majestade

            Tenho uma exaustiva coleção de legislação portuguesa, histórica e em vigor, entre o meu escritório e os arquivos do Instituo Histórico e Geográfico. Estou ao inteiro dispor no pouco tempo que tenho, para coligir e apresentar.
            Para além da Economia e do Código Civil, que outras coleções faríamos? Reais Forças Armadas, decerto; a Chancelaria (MNE), também ...

            Conforme já disse, enquanto ministro do reino, advogo uma tolerância bastante alta e a maior simplificação possível de procedimentos.  
            Uma empresa, ou associações, por exemplo, poderia funcionar apenas com a menção da sua criação , ainda que demore o Alvará do governo. Algo que funcione não requer autorização, pelo menos nesta fase da nossa vida coletiva.

            Eu peço desculpa de não botar mais conversadura (ou trabalhar nos mapas, que é o me mais frustra, mas ando a fazer turnos granditos no bules (trabalho) e, com isso, os fins de semana tornam-se mais valiosos e breves.

            RUPA é mais que um acrónimo, é um estado de espírito, eheh

            Jorge, etc.



            No dia 11 de novembro de 2017 às 00:24, 'S.M.R&I. D. Marcelo, El-Rei de Portugal ' piratininga.rex@... [expresso_lusitano] <expresso_lusitano@yahoogrupos .com.br> escreveu:
             

            Portugueses e Portuguesas,


            Estou tendente a revogar todo o ordenamento jurídico existente em Portugal e Algarves, uma espécie de Recall Legal. Para que? Para justamente repristinar (isso é tornar vigente novamente) as velhas normas que durante anos serviram bem à nossa nação, para outras leis, codifica-las em um diploma só.

            Cito Exemplo:

            As leis econômicas de D. Jorge, unificar em um "Código da Economia Portuguesa".

            O velho código civil, tornar novamente vigente. 


            E assim vai.

            Hoje não sabemos ao certo qual é o diploma correto, por isso gostaria de saber se os senhores tem interesse.

            Pax et bonum,


            D. MARCELO

            Pela Graça de Deus, Imperador Lusitano, Rei do Reino Unido de Portugal & Algarves, Rei do Brasil, da Espanha, Galiza e Marrocos, d'Aquém e d'Além-Mar em África, Senhor da Guiné e da Conquista, Navegação e Comércio da Etiópia, Arábia, Pérsia e Índia, Duque de Marques Lisboa, Conde de Macau, Conde de Piratininga, Protetor de Vera Cruz, de Piratininga, etc.

            cid:b1d87e9d-461c-4f30-982d-4ef03859c0ad                                           brasão_4ordens





          Sua mensagem foi enviada com êxito e será entregue aos destinatários em breve.