Carregando ...
Desculpe, ocorreu um erro ao carregar o conteúdo.

11475Re: [bh-vibe] DJ

Expandir mensagens
  • Vinicius
    7 de jun de 2005
      Nao precisa de plaquinhas...
      rs
      Eu já frequentei lugares onde vc só percebia que Dj tinha virado a musica qdo ele tirava o outro disco!!!! Quem viu o Evandro tocar na Hippodromo sabe do q eu to falando.
      Acho q radicalismo não existe, nem mais aquelas viradas imperceptíveis...
      E hje podemos dizer sim q BH tem excelentes Dj´s e vários laranjas! Eu nãogosto de laranja!
      Se for num lugar e o cara sambar eu falo mesmo! Chega a ser falta de respeito. Não por ser Dj ou algo do tipo. Vai treinar em casa primeiro e não numa pista lotada! Qse todo mundo um dia ja ficou enclausurado no quarto brincando de mixar!
      Na ultima vez q eu fui na Joy onde tocaram um infeliz trocador de musica de Jovem Pan, o Robinho e o Noise. Não sei se vc foi, mas com certeza ia ficar p**** da vida com aquele cara.
      Abraços
      Vinicius

      andre wakko <andrewakko@...> wrote:
      Mas como é q vai funcionar isso...o cara sambou a
      galera vaia. dae no final do set rola umas plaquinhas
      com as notas,,,??
      ahaha
      acho q relaxar e divertir vem em primeiro lugar, e só
      um acréscimo, o cara tá enganando ele mesmo... pq tá
      lá fazendo porra nenhuma. Agora neguinho vaiar quem tá
      tendando dar o sangue ae fica foda,..
      meio demais. E toda profissão tem a galera nostálgica,
      a afronta da tecnologia, e vice versa, e como tem um
      monte de gente q fala q é dj, tem gente q fala q é
      designer, tem gente q fala é dançarino, e eu fico com
      aqueles q não falam, fazem oq estão fazendo e não se
      maestriam com rótulos, ou levantando bandeiras por ai
      a fora, com tanta gente querendo fazer ou "ser" alguam
      cosia deve roalr de bom nisso, vi muito neguinho da
      faculdade que não sabia mixar e tocava trance e hj tae
      fazendo live de boa qualidade no mínimo, acho q existe
      o respeito pela sua história e existe o respeito pela
      história de qualquer um. E eu acho bacana a iniciativa
      de proteger a sua história.Só não concordo com ela
      totalmente, a técnica é alimento pra arte, mas de onde
      ela vem, nunca se sabe...

      --- Vinicius
      escreveu:


      ---------------------------------
      Marcelo,
      seu texto resume bem o calvário do profissional de
      verdade. Daquele q "custava" pra comprar um disco pois
      nenhuma loja disponibilizava quantidade e qualidade. E
      fala sério, ouvirmusica no telefone era tudo d bom!
      Hje com a internet tudo mudou. Uma boa pesquisa, uma
      certa quantia em dinheiro e muito tempo na frente do
      monitor rendem um bom case!
      E pode deixar q eu já vaio normalmente mesmo sem ter
      lido seu email, agora eu vou levar ate faixa pras
      festas!
      Gde abraço
      Vinicius

      Marcelo Alencar wrote:
      bem... não sei por onde começar... a intenção deste
      e-mail não é falar de
      mim, mas vou contar um pouco do que já vivi, pra quem
      não sabe entender bem
      o que vou dizer.

      comecei me interessar por dance music e a tocar na
      década de oitenta, dava
      som em festinhas, depois em boates, toquei de tudo um
      pouco nesta época, pet
      shop boys, new order, technotronic, kon kan, donna
      summer, rick astley,
      frank jonhson, bananarama, sonia, narada michael,
      taylor dane, lisa
      stansfield, mauricio pavezzi, shawn christopher, cece
      peniston, crystal
      waters, roberta flack, lisa fischer, cathy dennis,
      soul II soul, tara kemp,
      melba moore, inner city, depeche mode, snap, black
      box, c&c music factory,
      bg the prince of rap, eric b & rakim, culture beat,
      company b, the cure, the
      smiths, legião urbana, paralamas do sucesso, ultraje a
      rigor, michael
      jackson, madonna, sharon reed, eath wind fire, kool &
      the gang, george
      benson, barry white, midnight star, jimmy ross, sos
      band, bb and q band,
      gloria gaynor, vilage people, roberta kelly, otawan,
      patrick hernandez,
      silvestre, capella, gino latino, zinno, front 242,
      t99, the timelords,
      kraze, dsk, tragic error, 2 brothers..., lee marrow,
      noel, omd, information
      society, rupaul, jay dee, altern 8, 2 unlimited,
      prodigy, dj dero, e várias
      outras coisas que é melhor nem comentar... rs... como
      falei aqui uma vez qdo
      comecei a participar da lista (me lembro), os discos
      vc usava da boate e
      comprava os que gostava pra ter em casa, ainda não
      existiam cds na época,
      acabei fazendo uma coleçãozinha invejável modéstia
      parte de house, hip
      house, garage, acid house e outras coisinhas que eu
      considerava bacana... o
      tempo foi passando e não tive uma grande oportunidade
      na época de mostrar
      meu trabalho (talvez porque não era PEIXE...), cheguei
      a tocar em duas casas
      legais, mas com condições nem
      tanto. Treinava performances em cima dos toca-discos
      quase o dia inteiro,
      tinha uma apresentação pronta pra exibir em algum
      campeonato que aparecesse
      na época mas acabou não acontecendo na cidade. Com o
      passar do tempo não
      conseguia mais me sustentar só como dj e acabei
      abandonando a noite. Tinha
      aparelhagem em casa e levava como hobby, mas as
      músicas que eu tinha acesso
      já não eram mais tão interessantes, lembrando que na
      época computador era
      artigo de luxo, ainda não existia mp3 e os discos que
      chegavam na black
      white, loja de vinil da época eram cada vez em menor
      número. O cd começou a
      invadir o mercado, mas naquela ocasião não fizeram
      minha cabeça, os
      aparelhos
      para djs eram muito ruins ainda. Chegou uma época que
      só saia os piratinhas
      de uma gravadora acho que house records (se não me
      engano) e não vinham mais
      os singles importados. Sofri um acidente de carro e
      vendi minhas mks pra
      pagar o conserto do carro que era do meu pai. Parei de
      ser dj... :(
      nem por hobby mais eu exercia a atividade... os discos
      ficaram por mais uns
      dois anos em um malão que tem até hj aqui em casa...
      como o cd parecia que
      tomaria conta do mercado e pensando que aqueles discos
      todos iam ficar
      obsoletos e antiquados vendi aos poucos a coleção! :(
      bem... tinha prometido pra mim que qdo pudesse
      novamente compraria um par de
      cds de dj pra "brincar" em casa... dito e feito! Em
      2000 lembro exatamente
      por causa da nota fiscal, comprei um
      par de cdj 100s e um mixer da gemini. legal!!!!
      comecei novamente a brincar... primeiro com meus cds
      de flashes... depois
      aos poucos fui baixando na net músicas que me
      agradavam, não sabia muito bem
      por onde pesquisar já que música eletrônica só fazia
      parte de minha coleção
      antiga. Mas aos poucos fui conseguindo coisas que eu
      gostava... desde qdo
      comecei a pesquisar pela net eu preferia músicas mais
      harmoniosas e não
      tive influência de ninguém pra isso, mas era o que
      mais me agradava. Dance e
      house com vocais, foi ai que fui me enfiando... dai
      minha cunhada pediu pra
      que eu fizesse um som no aniversário dela... legal!!!
      topei na hora, fui
      tocar minhas antigueiras... tinha muita gente na festa
      e desde ai surgiram
      convites pra cá, pra lá e comecei novamente a fazer
      festinhas... casamento,
      festa de debutante e outras que foram fundamentais pra
      apurar novamente o
      felling e saber que eu não tinha paciência para ser
      garçon de música igual o
      pessoal destas festas querem e pagam pra isso. Não
      tinha mais saco pra tocar
      certas coisas como fazia no começo da carreira. E como
      fui me dando bem,
      pensei novamente em uma residência, mas pra tocar
      house fino e de
      preferência com vocal, coisa que achava impossível
      acontecer aqui. Ainda não
      conhecia a cena underground de BH, pois fiquei
      afastado na maior parte de
      sua formação. Mas foi conhecer e saber que aquilo era
      justamente o que eu
      sempre pensei, as mesmas idéias que eu tinha se
      realizavam ali... comecei a
      freqüentar ferrenhamente as festas mais ou menos em
      2002, dai já comprava
      alguns disquinhos pra tentar recuperar minha
      discoteca... discos de 70, 80 e
      90... nesta época tbm já havia melhorado bem meu
      equipamento de som, os cdjs
      e o mixer e ao comprar novamente um par de mk2 não
      teve jeito, resolvi
      novamente a comprar as bolachas. Lembro bem a primeira
      encomenda, chegaram
      16 disquinhos e gravei um set com eles no qual o
      pessoal gostou e começou a
      me chamar pras festas underground. Lembro que uma das
      primeiras
      apresentações eu quase não contive as lágrimas, foi
      emocionante! no
      deputamadre, casa cheia e eu sem muita pretensão
      tocando meu sonzinho...
      putz!!! que recepção calorosa do público, ninguém me
      conhecia, eu não
      conhecia aquele pessoal, não é mesmo de se estranhar
      de falarem tão bem do
      público daqui! Daquilo ali em diante achei o que eu
      sempre busquei como dj,
      reconhecimento de um trabalho sério, respeito e tocar
      as músicas que eu
      gosto. aos poucos fui infiltrando na cena e cada vez
      mais conseguindo
      algumas vitórias pessoais, a ticket, hj billet que
      faço com o hudson, sem
      dúvida é uma delas. a groovelab que faço junto com o
      daniel d, já começou
      bem tbm e várias outras coisas que aconteceram e me
      fizeram aprofundar e
      querer profissionalizar cada vez mais o meu trabalho!

      hoje, ser dj é legal, ser dj é bacana, ser dj é
      tudo!!! mas nem sempre foi
      assim... qdo comecei a me interessar por exemplo,
      geralmente o dj ficava bem
      escondidinho dentro de uma pequena cabine e quase
      nunca era notado! hoje em
      dia, palco, cabines bacanas e bem visíveis pelo
      público fizeram do dj uma
      espécie de popstar!

      na busca de tomar mesmo as dores de uma coisa que eu
      sempre defendi, depois
      de 17 anos passados que eu sei fazer uma viradinha de
      um disco pro outro, me
      surpreendo cada vez mais com o que acontece neste
      "MUNDO DJ":

      fontes fidedignas que tem neguinho sendo dublê de dj
      (coloca um set mixado
      pra tocar e fica dançando atrás da máscara de
      pop-star) neguinho que não
      sabe o que é um pitch falando que é dj, dj isso, dj
      aquilo, dj num sei que
      lá... cachês miseráveis por causa de certos ban, ban,
      bans, que não tem
      nenhuma, mas nenhuma mesmo ligação com o movimento dj
      e sequer com a
      música... artistas de tv, mulheres semi-nuas, operador
      de audio de md
      gravado (que já vi ganhando uma nota aqui!!!), tudo
      quanto é m... pra jogar
      na privada e dar descarga estas duas letrinhas tão
      importantes pra mim e
      pra muitos espalhados pelo mundo afora!!!

      fico absurdado de ver algumas coisas acontecerem!!!

      por eu ter esta historinha ai pra contar não me torna
      melhor ou pior que
      ninguém sabe? muitos tem historias semelhantes ou
      melhores que a minha, mas
      é muito pra mim e sei que pra vários djs, ver um cara
      como o eugênio,
      alberto, dicão e vários outros não terem carreiras
      reconhecidas, enquanto
      figurões da noite, queridinhos da turma da faculdade,
      da tv, da pqp entram e
      saem com muito mais prestigio que eles... :(

      seria inveja ou anti-ético por exemplo, eu criticar o
      noise ou o robinho que
      sempre tiveram a mesma luta que nós passamos e sempre
      usaram os caminhos
      certos pra isso, mas neguinho que pega atalho e é
      reconhecido como dj porque
      é famoso ou outra coisa parecida, este não é meu
      companheiro de profissão é
      apenas um truque e não é nem inveja nem anti-ético de
      minha parte descer o
      cacete num b... desses... vai gostar de música
      primeiro, vai aprender a
      tocar e depois se quiser corre atrás...

      o motivo então de eu estar escrevendo quer vc goste ou
      não de mim, mas vc
      que gosta desta cultura dj, fiscalize, pegue no pé,
      observe o cara tocando,
      vê se ele não está dando um golpe em vc!!! ou vc é
      trouxa??? vc gosta de ser
      enganado??? vamos lá, pegue no pé mesmo, observe bem,
      se sambar vaie (pode
      ser eu tbm), se não fizer virada comum em música
      eletrônica (PELO AMOR DE
      DEUS GENTE!!!) não chame de dj! eu já vi cara virar
      rock, flashback, é coisa
      mais difícil porque as músicas eram tocadas por
      baterias reais e sem
      sequenciador... quem já ouviu falar e já ouviu alguma
      coisa do ricardo
      lamounier sabe o que eu estou falando.

      por ultimo queria dizer que a maior função de um dj é
      divertir o público e
      pra vcs que não ligam para um bom dj tecnicamente e
      musicalmente vcs não
      sabem o que é a diversão proporcionada por eles e tem
      muito a aprender sobre
      estas duas letrinhas!!!

      bjo no coração das pessoas boas e honestas deste
      mundo!!!


      marcelo alencar





      Se você não quer mais assinar a lista, mande um e-mail
      em branco para:
      bh-vibe-unsubscribe@yahoogroups.com


      Links do Yahoo! Grupos









      ---------------------------------
      Yahoo! Messenger NEW - crystal clear PC to PCcalling
      worldwide with voicemail

      [As partes desta mensagem que não continham texto
      foram removidas]



      Se você não quer mais assinar a lista, mande um e-mail
      em branco para:
      bh-vibe-unsubscribe@yahoogroups.com





      ---------------------------------
      Links do Yahoo! Grupos

      Para visitar o site do seu grupo na web, acesse:
      http://br.groups.yahoo.com/group/bh-vibe/

      Para sair deste grupo, envie um e-mail para:
      bh-vibe-unsubscribe@...

      O uso que você faz do Yahoo! Grupos está sujeito
      aos Termos do Serviço do Yahoo!.







      ____________________________________________________
      Yahoo! Mail, cada vez melhor: agora com 1GB de espaço grátis! http://mail.yahoo.com.br


      Se você não quer mais assinar a lista, mande um e-mail em branco para:
      bh-vibe-unsubscribe@yahoogroups.com


      Links do Yahoo! Grupos









      ---------------------------------
      How much free photo storage do you get? Store your holiday snaps for FREE with Yahoo! Photos. Get Yahoo! Photos

      [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
    • Mostrar todas as 40 mensagens neste tópico